domingo, 22 de janeiro de 2017

CORPO DE TEORI ZAVASCKI É ENTERRADO EM PORTO ALEGRE

O corpo do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki foi enterrado neste sábado (21) em Porto Alegre, após missa celebrada pelo arcebispo metropolitano, dom Jaime Spengler. A cerimônia foi acompanhada apenas por parentes e amigos íntimos do ministro e sem a presença de populares ou da imprensa, segundo a Agência Brasil. O velório de Teori Zavascki ocorreu ao longo de todo o dia no plenário do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. O corpo chegou à base aérea de Canoas (RS) por volta das 8h20 e seguiu em cortejo pela BR-101 até a capital gaúcha, onde começou a ser velado por volta das 9h – inicialmente apenas pela família e amigos.

Das 11h às 15h, o espaço foi aberto para o público e depois voltou a ser fechado para parentes e amigos próximos. A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, foi uma das primeiras a chegar, mas saiu sem falar com a imprensa. Outros ministros da Corte, entre eles Edson Fachin, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski, também compareceram ao velório para prestar homenagens ao jurista. Ao longo do dia, visitaram o espaço as maiores autoridades do país em todas as esferas de poder, como o presidente da República, Michel Temer, e os ministros de Relações Exteriores, José Serra, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o da Justiça, Alexandre de Moraes.

O juiz que comandas as investigações da Operação Lava Jato na Justiça Federal, Sergio Moro, também compareceu ao velório, assim como o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claúdio Lamachia, entre outros.

INICIADA OPERAÇÃO PARA RETIRAR DO MAR AVIÃO QUE TRANSPORTAVA MINISTRO

A operação para retirar do mar o avião que transportava o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF Teori Zavascki deve ser retomada na manhã deste domingo (22), agora sob responsabilidade de uma empresa particular especializada nesse tipo de serviço.

Uma barca que saiu de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, no início da noite de ontem, está a caminho da área onde caiu o avião, a dois quilômetros de Paraty. Quando chegar, a barca vai transportar os destroços da aeronave até Angra dos Reis, que por terra fica a 94 quilômetros de Paraty.

Em Angra, o avião será transferido para um caminhão e segue até a Base Aérea do Galeão, na zona norte do Rio. A previsão era que a barca chegasse ao local onde está o avião às 6 horas deste domingo, mas até às 10 horas ela ainda não estava lá. Segundo agentes da Marinha, esse atraso é normal devido às condições de navegação. (As informações do Correio)

PARA TRUMP, JORNALISTAS ESTÃO 'ENTRE OS SERES HUMANOS MAIS DESONESTOS DA TERRA'

Em seu primeiro dia de trabalho como mandatário dos Estados Unidos, o presidente Donald Trump visitou a sede da CIA (Agência Central de Inteligência), no estado da Virgínia, onde fez um discurso criticando a cobertura da imprensa durante sua posse. Segundo Trump, os jornalistas estão "entre os seres humanos mais desonestos na terra". Durante seu discurso, neste sábado (21), Trump criticou o trabalho da imprensa em duas ocasiões. Primeiramente, ao acusar os jornalistas de terem criado um mal estar entre ele e os órgãos de inteligência dos Estados Unidos.

Em seguida, disse que os jornalistas subestimaram deliberadamente o número de pessoas que compareceu à sua posse. Segundo a Agência Brasil, em referência às notícias de que a multidão era inferior ao número de pessoas que esteve presente à posse de Barack Obama, há oito anos, o presidente disse que pelo menos 1,5 milhão de pessoas compareceram à festa que marcou o início de seu governo. Os jornais dos Estados Unidos, porém, desmentiram essa afirmação com fotos tiradas de avião que mostram claramente que, na posse de Obama, o número de pessoas presentes era bem superior ao de Trump.

Mais tarde, na Casa Branca, Trump pediu que seu secretário de imprensa, Sean Spicer, reiterasse suas declarações. Em um briefing aos jornalistas, Spicer demonstrou irritação com a cobertura dos jornalistas e repetiu as afirmações de que os jornalistas erraram a contagem sobre a multidão presente na posse de Trump. Ele acrescentou que a imprensa deliberadamente computou um número menor.

CÁRMEN LÚCIA PODE HOMOLOGAR DELAÇÕES DA LAVA JATO DURANTE RECESSO DO JUDICIÁRIO

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, deverá ficar com a responsabilidade de homologar as delações premiadas dos executivos da empreiteira Odebrecht antes do fim do recesso do Judiciário, que vai até 31 de janeiro. Isso por que o regimento interno do STF incube à presidente “decidir questões urgentes nos períodos de recesso ou de férias”. A delação faz parte da Operação Lava-Jato e traz cerca de 120 políticos do país, espalhados pelo Congresso e pela Esplanada dos Ministérios.

Depois do dia 1º de fevereiro, com a volta dos trabalhos no Supremo, a intervenção de Cármem não será possível. De acordo com informações do Jornal O Globo, após a morte de Teori Zavaski, o roteiro da presidente em Brasília, na segunda-feira (23), será de estudar e tomar a decisão. Ela também vai escolher o novo relator da Lava-Jato. Um dos ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Paulo de Tarso Sanseverino, cogitou que Cármen Lucia deve homologar a delação e defendeu o sorteio eletrônico para a redistribuição dos processos.

“Cármen Lúcia assinar as homologações seria acertado. Sobre a relatoria dos casos, acho que não se deve deixar a repara o ministro que for assumir. Seria uma situação política extremamente delicada ele ter que participar da sabatina no Senado”, disse Sanseverino.

ARGEL INDICA ENTRADA DE CLEITON XAVIER NO TIME TITULAR DO VITÓRIA

O amistoso contra o Atlântico, na última quarta-feira, foi a primeira oportunidade da torcida rubro-negra e do técnico Argel verem os novos jogadores e a equipe em ação. E parece que o comandante gostou do que viu, pelo menos a princípio.

No treino da tarde de sábado (21), no Barradão, Argel fez apenas uma modificação em relação ao time que venceu o Atlântico por 2x1, que foi a entrada de Cleiton Xavier no lugar do argentino Pisculichi. Tudo indica que a equipe da estreia na Copa do Nordeste, quinta-feira (26), às 19h, no Barradão, será formada por Fernando Miguel, Norberto, Fred, Alan Costa e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia, Gabriel Xavier e Cleiton Xavier; David e Kieza.

Entre os reservas, treinaram Wallace, Leandro Salino, Vinícius, Ramon e Euller; Renê Santos (em avaliação), Bryhan (em avaliação), Cárdenas e Pisculichi; Pineda e Jhemerson. Neste domingo (22), apenas um grupo irá à Toca do Leão para atividades especiais. (As informações do Correio)

BAHIA DEVE TER POUCAS NOVIDADES NA ESTREIA DA COPA DO NORDESTE

Apesar dos nove jogadores contratados, o time do Bahia que entrará em campo na estreia da Copa do Nordeste na próxima quinta-feira (26), às 21h30, contra o Fortaleza, no Castelão, não deverá ter muitas novidades.

Em relação a equipe que iniciou os dois jogos na Flórida Cup, a única mudança deve ser a entrada de Eduardo no lugar de Tinga, na direita. Até o esquema tático deve ser o mesmo utilizado em 2016. Jean, Armero e Zé Rafael devem ser as principais atrações entre os titulares em relação ao time-base que terminou a Série B do ano passado.

“A base vai seguir nessa linha. A tendência não é ter mudança astronômica”, avisou o técnico Guto Ferreira. Wellington Silva, Matheus Sales e Allione foram os únicos entre os reforços que não foram para os Estados Unidos e ainda não estrearam pelo tricolor. (As informações do Correio)

ARTHUR MAIA DEFENDE PENTE-FINO EM ISERÇÕES DE TRIBUTOS DO INSS

Provável relator da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara, o deputado Arthur Maia (PPS-BA) defendeu, em entrevista ao Estado, um pente-fino no sistema de isenções de tributos previdenciários no país. Para Maia, essa medida permitirá que se conheça com precisão o real tamanho do rombo na área. O deputado é a favor de avaliar as isenções tendo três grandes focos: as entidades filantrópicas, as desonerações na folha de pagamento e também das empresas participantes do Supersimples. "Não podemos pensar numa reforma que sacrifique o trabalhador mas deixe, por exemplo, os donos de universidades filantrópicas de fora", disse.

"Tudo isso causa um desequilíbrio na Previdência." O governo prevê que o déficit do setor projetado para 2017 será de R$ 180 bilhões, enquanto entidades sindicais contestam os números oficiais e dizem que o sistema é superavitário. Maia disse que é preciso fechar, com critérios objetivos, qual é a conta certa. "O ponto de partida é constituir um juízo de valor mais preciso sobre o tamanho do déficit e observar do que ele é constituído", apontou. Reportagem do Estado em dezembro mostrou que as isenções devem tirar R$ 62 bilhões da Previdência este ano. A previsão das renúncias tributárias da previdência aponta R$ 17 bilhões em desoneração da folha, R$ 12,4 bilhões com as entidades filantrópicas e ainda R$ 24,9 bilhões com o Simples Nacional.

Maia ressalvou que não fala como relator da proposta de emenda à Constituição (PEC) na comissão especial, uma vez que ainda não teve o nome confirmado no cargo. A indicação, costurada desde o ano passado, deverá ser efetivada após a eleição da Mesa Diretora em fevereiro. Apesar disso, o deputado defendeu que esse pente-fino nos benefícios deveria ser feito antes mesmo de se discutir o mérito da proposta enviada ao Congresso pelo governo Michel Temer. "Não vejo como iniciar essa discussão sem termos um debate sobre as isenções", frisou.

O governo quer aprovar a PEC da Reforma da Previdência na Câmara ainda neste primeiro semestre. A proposta já passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da casa e ainda terá de tramitar por, pelo menos, 40 sessões da comissão especial. É nesse colegiado, que discute o mérito da matéria, que Arthur Maia deve discutir o texto. Depois disso, a proposta vai a votação no plenário da Casa. Em seguida, a PEC passará pelo Senado, primeiramente pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e depois pelo plenário. (As informações do Estadão)

QUEIMA DE ÔNIBUS PODE SER RESULTADO DE RETALIAÇÃO

A queima de um ônibus na noite de quinta-feira, 19, na Rua dos Pirineus, no Pau Miúdo, em Salvador, pode ter sido uma retaliação pela morte de Daniel Pitanga Ferreira, horas antes, no bairro da Liberdade, segundo o major Edmilton Reis, comandante da 37ª CIPM (Liberdade).

Daniel era morador da Rua 20 de Agosto, a poucos metros do local onde o veículo foi incendiado. Conforme um policial militar, ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas em uma localidade do bairro de Cajazeira 11.

Por conta do ataque, os coletivos ficaram sem circular no fim de linha do bairro nesta sexta. Os coletivos estão indo apenas até o Largo do Tamarineiro, na Caixa D'água, e depois segue ponto final improvisado na localidade do Queimadinho, no mesmo bairro, informou o Sindicato dos Rodoviários. O policiamento foi intensificado no Pau Miúdo e nos bairros vizinhos como Pero Vaz, San Martin e Barros Reis, informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Caso - Ele foi baleado às 15h, na Rua Lima e Silva, próximo à Escola Municipal Abrigo Filhos do Povo, e morreu a caminho do Hospital Ernesto Simões Filho, no bairro do Pau Miúdo. Segundo registro da Central de Comunicação de Polícias (Centel), o crime foi cometido por quatro homens, em duas motos.

Sob anonimato, um morador do Pau Miúdo contou outra versão sobre o ocorrido. Segundo ele, a prisão de um traficante do Brongo, no bairro vizinho IAPI, motivou o crime. O major Edmilton disse desconhecer tal prisão. Conforme o delegado Luiz Henrique Costa, da 2ª Delegacia Territorial (Liberdade), o motorista e o cobrador disseram que seis homens participaram da ação. Um inquérito já foi instaurado e outras testemunhas foram ouvidas para apurar o caso. (As informações do A Tarde)

METADE DOS BRASILEIROS REPROVAM A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, APONTA SPC BRASIL

Os brasileiros não estão muito satisfeitos com as mudanças que devem acontecer na Previdência. É o que aponta uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), que indica que 47% reprovam o projeto encaminhado ao Congresso com as alterações que devem ocorrer no sistema.

Entre os que desaprovam a reforma, 28% dizem que depois de tantos anos trabalhando a pessoa merece se aposentar cedo e ter um tempo de descanso e 25% desaprovam porque a proposta discutida irá prejudicar quem já trabalhou mais de 30 anos. Para os 40% dos entrevistados que alteraram o modo de pensar, o aumento da importância do planejamento da aposentadoria é a principal mudança (20%).

“Independente de questões contrárias ou favoráveis à reforma da previdência, as instituições, lideranças políticas e sociedade civil sabem que é imprescindível discutir o assunto. Dados do IBGE estimam que até 2030 o país terá 41,5 milhões de idosos, ou seja, em torno de um em cada cinco brasileiros vai depender da União para se sustentar quando parar de trabalhar. Cedo ou tarde todos serão atingidos e precisarão refletir sobre a aposentadoria”, pontua a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

O mesmo levantamento apontou ainda que 95% dos brasileiros nem começaram a pensar na aposentadoria. A principal justificativa é o fato de nunca sobrar dinheiro (34%), seguida da alegação de ser muito cedo para pensar no assunto (20%) ou não saber como se preparar para isso (16%).

De acordo com o educador financeiro do SPC Brasil e do portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli, é que se comece esta reserva o quanto antes, mesmo com o depósito em pequenas quantias: “Qualquer um pode se preparar logo para a aposentadoria, desde que respeite sua realidade financeira. À medida que a renda da pessoa aumenta, ela pode incrementar o valor dos depósitos de modo que essa reserva cresça. No entanto, é importante ter disciplina e regularidade no planejamento”, recomenda. (As informações do Correio)

SALVADOR E REGIÃO METROPOLITANA TÊM 9 PRAIAS IMPRÓPIAS

Quem for curtir a praia no fim de semana em em Salvador e na região metropolitana deve ficar atento às que são impróprias para banho, segundo o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). O Inema chama atenção para que os banhistas evitem as praias do: Bonfim (ao lado da quadra de esportes, em frente a rampa de acesso a praia), Pedra Furada (atrás do Hospital Sagrada Família), Boa Viagem (Ao lado do forte Monte Serrat), Roma (Atrás do Hospital da Mulher), Armação (em frente ao Hotel Alah Mar e a Rua João Mendes da Costa), Boca do Rio (em frente ao posto Salva Vidas), Corsário (em frente ao posto salva-vidas), Patamares (em frente ao posto Salva Vidas Patamares) e Buraquinho (200m da foz rio joanes).

De acordo com a resolução Conama, a praia é considerada imprópria quando mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas apresentar resultado superior a 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli, ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2500 coliformes termotolerantes ou 2000 Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 mL de água.

No período em que o tempo estiver chuvoso, as praias podem ser contaminadas por arraste de detritos diversos, carregados das ruas através das galerias pluviais, podendo causar doenças. Além disso, é desaconselhável o banho próximo à saída de esgotos, desembocadura dos rios urbanos, córregos e canais de drenagem. (As informações do A Tarde)

ATO ECUMÊNICO CELEBRA UMA DÉCADA DA LEI DE COMBATE À INTOLERÂNCIA

O décimo ano da lei federal que implementou o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa foi comemorado neste sábado, 21, com um ato ecumênico no Parque Metropolitano do Abaeté, no bairro de Itapuã. Aos pés do busto de Mãe Gilda de Ogum – ialorixá que originou a data, após morrer por causa do ataque de religiosos neopentecostais ao terreiro dela –, o evento reuniu filhos, pais e mães de santo e adeptos de outras correntes religiosas.

Entre eles, estava o líder espírita José Medrado, fundador da Cidade da Luz, que citou Paulo Freire para pedir “amor e paz nas relações entre as diversas religiões”. O bloco afro Malê Debalê, com sede no bairro, também participou das homenagens, exatamente dezessete anos após a morte de Mãe Gilda ter ocorrido. A data serviu, ainda, para o lançamento da campanha “Respeito às diferenças, essa é a crença”, promovida pela Secretaria Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi).

Titular da pasta, a secretária Fabya Reis afirma que a homenagem a Mãe Gilda tem a função, também, de divulgar os equipamentos estaduais de acolhimento às vitimas de intolerância. “Queremos divulgar para que as pessoas possam denunciar, por que intolerância religiosa é crime”, assinalou Fabya.

Denúncias - A comunicação de crimes pode ser feito no Centro de Referência Nelson Mandela, instância que recebe denúncias de racismo e intolerância religiosa e encaminha para outros órgãos. O coordenador do centro, Walmir França, explica que o processo de atendimento às vítimas vai desde a escuta do caso até o acompanhamento do processo judicial.

Para isso, foi formada uma rede envolvendo Ministério Público, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), secretarias do governo estadual e outras instituições. “São várias as formas usadas para absorver as denúncias. Podemos ir atrás de algum caso, por que vimos no noticiário, ou ela vir até nós”, orienta França. Ele conta, ainda, que, em algumas situações, há desistência da vítima, por temer represálias durante o processo judicial. (As informações do A Tarde)

APLICATIVO ACIRRA DISPUTA ENTRE MOTORISTAS EM SALVADOR

Menos de 24 depois que a chegada a Salvador do aplicativo Yet GO foi anunciada por A TARDE, com exclusividade, mais de 20.000 downloads em celulares de soteropolitanos foram registrados, segundo a empresa. Assim como o Uber, o novo aplicativo não conta com a simpatia da prefeitura, que trata esse serviço como clandestino. Para a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), entretanto, uma lei municipal vetando os aplicativos é inconstitucional. Uma questão que deve ser decidida pelo Tribunal de Justiça da Bahia.

O veredito da desembargadora Soraya Moradillo Pinto, em férias até 8 de fevereiro, é aguardado com ansiedade pelos cerca de mil motoristas profissionais já teriam se cadastrado para atuar no aplicativo, os quase cinco mil motoristas do Uber e 13 mil taxistas que atuam em Salvador.

Desempregado desde julho, o operador de logística Francis Nascimento está trabalhando com o aplicativo desde o seu lançamento e acha que, do ponto de vista dos motoristas, tanto o Yet Go quanto o Uber têm coisas boas e ruins. “Um pode aprender com o outro. O Yet Go mostra a foto do passageiro, por exemplo, mas ainda tem que melhorar a questão do controle, porque recebi uma chamada em que o cliente tinha uma imagem pornográfica”, afirma Nascimento, que não está cadastrado no concorrente Uber.

O fundador da Yet, Alberto Souza Júnior, aposta em preços mais baixos para conquistar clientes e motoristas. “Não temos a tarifa dinâmica e Go e a nossa tarifa é 20% menor do que a do Uber”, afirma. Se entre os dois aplicativos, a briga é para oferecer serviços melhores e atrair um número maior de profissionais do volante, para os taxistas o objetivo é se adaptar aos novos tempos e evitar a contínua perda de clientes.

Uma disputa que chegou a gerar perseguições, atentados e ameaças de morte a motoristas e passageiros dos aplicativos. E, no plano racional, impulsiona o debate sobre o fato de que um taxista paga pelo uso do alvará. Oficialmente, apenas a prefeitura pode conceder o documento.

Mas como o poder público emite uma quantidade limitada de documentos, os próprios taxistas trataram de estabelecer um comércio informal à medida em que profissionais desistem da vaga. “Antes do Uber, as pessoas vendiam um alvará por R$ 120 mil. Com a crise, tem gente vendendo por R$ 40 mil”, afirma o presidente da Associação Metropolitana de Taxistas (AMT), Valdeison Miguel Santos, que destaca se tratar de “contratos de gaveta”, em que vale apenas a palavra dos dois taxistas envolvidos.

Outros impactos dos aplicativos sobre a categoria são as promoções (em dezembro, alguns táxis rodaram sem cobrar bandeira dois) e a desistência de um benefício que a categoria havia conquistado recentemente. “Desde janeiro de 2016, conquistamos a data-base da categoria e teríamos o direito de reajustar a taria em 7%. Mas vamos abrir mão”, disse Santos.

Mas não para nisso. A AMT pretende ter o seu próprio sistema. “Estamos esperando que a prefeitura libere o aplicativo para os taxistas”. Sobre a decisão da Justiça, o secretário de mobilidade, Fábio Mota, disse que a prefeitura não depende de uma lei municipal para atuar. “Vamos continuar fiscalizando e combatendo o transporte clandestino na cidade”, afirma. (As informações do A Tarde)

DOIS JOVENS SÃO MORTOS E OUTRO É BALEADO NA BOA VISTA DE SÃO CAETANO

A polícia investiga as mortes de Lucas Henrique Morais de Araújo, de 22 anos, e um adolescente de 17 anos, assassinados na noite deste sábado (21) no bairro da Boa Vista de São Caetano. Na mesma situação outro adolescente de 16 anos também foi baleado.

O crime aconteceu por volta das 22h30, na 1ª Travessa Wilson Teixeira, na localidade conhecida como Baixa Fria. Segundo informações da Central de Polícia, o todas as vítimas foram atingidas por tiros em várias partes do corpo, mas apenas o garoto de 16 anos sobreviveu.

Ele foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Ainda de acordo com a polícia, não foram localizadas testemunhas para obter informações do crime. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). (As informações do Correio)

ÔNIBUS FICAM SEM CIRCULAR NO FIM DE LINHA DE PAU MIÚDO PELO MENOS ATÉ DOMINGO

Os ônibus coletivos de Salvador vão continuar sem circular pelo final de linha da Alameda Pirineus, no bairro do Pau Miúdo, até domingo (22). A informação é do secretário geral do Sindicato dos Rodoviários, Valter Freire dos Santos.

"Até normalizar a situação de segurança no local vamos continuar parados. Não tem segurança, não tem nada", disse Santos, em entrevista ao CORREIO. Segundo ele, o Sindicato deve se reunir entre domingo e segunda para discutir se os ônibus vão voltar a circular na região e também para decidir em qual dia farão uma paralisação. "A qualquer momento, a partir desta semana, podemos fazer uma paralisação. Mas não vai ser nada grande. Será algo entre duas e quatro horas, para chamar atenção em torno da falta de segurança", explicou.

De acordo com o representante da categoria, a paralisação também vai reivindicar o cumprimento do acordo coletivo, entre outros direitos que, ainda segundo Santos, não estão sendo cumpridos. "Alguns rodoviários não estão recebendo FGTS, outros foram demitidos. Demitiram mais do que os 10% que estava combinado", acrescentou Santos.

Em entrevista ao CORREIO, o diretor da CSN, uma das empresas de ônibus que faz parte do Consórcio Integra, Horácio Brasil, disse que a informação que chegou a ele foi que a categoria iria se reunir com o governo na segunda (23) para discutir segurança pública. "Se dependesse da empresa, os ônibus já tinham voltado a circular", afirmou.

Após ataque - Os rodoviários pararam de ir até o local depois que um veículo do consórcio Integra foi incendiado na noite de quinta-feira (18). Bandidos ordenaram que os rodoviários, que estavam dormindo no fundo do veículo, descessem e tocaram fogo. Casas vizinhas, a fiação elétrica e até uma van foram atingidas pelas chamas, mas ninguém ficou ferido.

O Comitê Integrado de Defesa do Transporte Rodoviário definiu o redirecionamento dos coletivos para o Largo do Tamarineiro, com final de linha no Queimadinho. Na sexta-feira (20), o CORREIO esteve no local e só encontrou vans do transporte complementar.

O incêndio ao ônibus teria sido motivado pela morte de um homem, por volta das 15h de quinta, na Rua Lima e Silva, na Liberdade. Segundo o major da Polícia Militar Edmilton Ricardo Marques dos Reis, comandante da 37ª CIPM, testemunhas disseram que quatro homens em duas motos efetuaram disparos contra a vítima, que não foi identificada. “Ouvimos diversos relatos sobre supostas motivações para o incêndio ao ônibus, mas a história do homicídio foi a que mais reverberou”, disse o major. (As informações do Correio)

PERITOS ENCONTRAM DOIS CRÂNIOS EM BUSCA NA PENITENCIÁRIA DE ALCAÇUZ

Em busca realizada neste sábado (21) na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, peritos do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) do Rio Grande do Norte encontraram um crânio completo, um incompleto e um fragmento de crânio, além de prováveis fragmentos de ossos. A vistoria, no entanto, se limitou a áreas em que não há presos e só uma das 40 fossas do local foram esgotadas para fazer a varredura. O material foi colhido, segundo a Agência Brasil, na fossa esgotada entre o pavilhão 3 e a fábrica de bolas.

Ainda restam 39 fossas a serem esgotadas, locais onde podem estar jogados outros corpos, informou a assessoria de comunicação do instituto. Os pavilhões também só foram vistoriados parcialmente, já que o controle de Alcaçuz ainda permanece com os detentos. As buscas foram efetuadas nos prédios de número dois e quatro, que estão vazios atualmente. O cinco, onde está o PCC, e os pavilhões um e três não puderam ser checados. Atualmente, quatro dos 26 corpos do massacre ocorrido no dia 14 de janeiro ainda não foram identificados.

Um deles, segundo a assessoria, está prestes a ter a identidade revelada. Os outros três, que foram carbonizados, precisam de exames mais complexos. Entre os corpos recolhidos existem alguns sem cabeça. O Itep não divulgou quantos deles.

TREM DESCARRILA E PROVOCA 26 MORTES NA ÍNDIA; 50 FICAM FERIDOS

O descarrilamento de um trem causou a morte de 26 pessoas e deixou outras 50 feridas neste sábado (21), na Índia. Nove vagões de passageiros saíram dos trilhos a cerca de 30 km da cidade de Raigarh, na região leste do país. Segundo a Folha de S. Paulo, equipes de resgate ainda trabalhavam nas buscas na madrugada deste domingo, já que muitas vítimas ficaram presas nos destroços. Há indícios de falha técnica.