sábado, 25 de março de 2017

CAJÁ E CLUBE FAZEM ACORDO E ATLETA É DESLIGADO DO BAHIA

Chegou ao fim o conturbado casamento entre o Bahia e o meia Renato Cajá. Jogador com salário mais alto do elenco tricolor, com vencimento de R$ 300 mil mensais, o atleta foi desligado do clube após um acordo selado na tarde desta sexta-feira, 24, com a diretoria.

“O Esporte Clube Bahia comunica à Nação Tricolor que o meia Renato Cajá não faz mais parte do elenco azul, vermelho e branco. As partes acertaram a rescisão do contrato do atleta, que se encerraria em dezembro, na noite desta sexta-feira (18), em comum acordo. Cajá chegou ao Esquadrão no dia 29 de abril de 2016. Em 40 jogos, marcou 4 gols. O Bahia agradece os serviços prestados e deseja boa sorte no prosseguimento de sua carreira”, informou o clube em nota oficial.

Apesar de não revelar detalhes do acordo, a reportagem de A TARDE apurou que o Bahia vai pagar ao atleta um percentual do dinheiro que tinha a receber do clube até o final do seu contrato. Até dezembro, Cajá ainda embolsaria cerca de R$ 3 milhões.

Declínio e estopim - Desde o final do ano passado, Renato Cajá já não era mais aproveitado entre os titulares do técnico Guto Ferreira, perdendo a posição para Régis. Altamente criticado por torcida e imprensa, e longe de apresentar um futebol próximo daquele que demonstrou na Ponte Preta e até mesmo no Vitória, ele quase foi emprestado à Macaca há três semanas, mas o alto salário ‘melou’ o negócio, uma vez que o time paulista não queria pagá-lo integralmente e nem o atleta aceitou uma redução parcial nos seus vencimentos.

Insatisfeito com a reserva, Cajá teve um ato de indisciplina no último jogo do Bahia, quando se negou a entrar em campo há cinco minutos do final do duelo com o Fortaleza. Após discussão com o técnico Guto Ferreira, ele foi ainda xingado e pressionado por torcedores nas arquibancadas da Arena Fonte Nova.

O ato gerou polêmica e foi repreendido pelo presidente Marcelo Sant’Ana, que teve nele o principal investimento em um atleta de sua gestão. “Foi um ato de indisciplina. Existe uma ordem no clube, que quem escala o time é o técnico. Se ele acha que o atleta tem que jogar 90 minutos ou um minuto, o jogador tem que ser profissional como a instituição, como a instituição é profissional com os seus funcionários, seus jogadores, seu corpo administrativo”, disse o dirigente após o jogo.

Até a atualização desta reportagem, o jogador não havia se pronunciado sobre sua saída. Seu destino mais provável segue sendo a Ponte Preta. (As informações do A Tarde)

RELATOR VOTA PARA ABRIR AÇÃO PENAL CONTRA JÂNIO NATAL POR CONTRATAR ADVOGADA SEM LICITAÇÃO

O desembargador Nilson Castelo Branco, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) liberou, na sessão plenária realizada nesta quarta-feira (22), o voto vista-regimental do processo que envolve o ex-prefeito de Porto Seguro, deputado estadual Jânio Natal, o ex-vereador do município Antônio Miguel Ballejo e a advogada Virgínia Cotrim Nery. O desembargador, que relata ação, apresentou na sessão do dia 11 de fevereiro um pedido de vista para não ser “injusto” com as partes. O pedido foi feito após a sustentação oral dos advogados dos acusados e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no processo que discute a contratação sem licitação de escritório de advocacia pela prefeitura de Porto Seguro. A OAB entende que a contratação deva ocorrer sem licitação, por envolver relação de confiança, e atuou como parte interessada no caso.

Na sessão desta quarta, o relator votou pelo recebimento da denúncia contra os envolvidos e negou o pedido de suspensão da ação até que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgue uma repercussão geral sobre a licitude de contratação de assessoria jurídica pelos municípios sem licitação. “O reconhecimento da repercussão geral não implica necessariamente em paralisação instantânea e inevitável de todas as ações a versarem sobre a temática do processo piloto”, asseverou Castelo Branco. O desembargador entendeu que a acusação é “clara e compreensível” e que, com admissão da ação, será permitida a ampla defesa e o contraditório das partes. “Enfatize-se que não se está com isso a afirmar que não é possível haver contratação de advogado ou escritório de advocacia por inexigibilidade de licitação, para o assessoramento jurídico ou extrajudicial da municipalidade, mas tão somente que existem requisitos legais previsto na Lei de Licitação, que precisam ser atendidos”, pontuou.

O contrato em questão, de acordo com o Ministério Público da Bahia (MP-BA), foi firmado entre os anos de 2006 e 2007, no valor de R$ 580 mil, com dotação orçamentária prevista de R$ 180 mil, época em que Jânio Natal era prefeito de Porto Seguro, no extremo sul do estado. A Procuradoria sustenta que a contratação estaria em desacordo com a Lei de Licitações. Para Castelo Branco, “há elementos idôneos a apontar irregularidades na contratação direta, como burla aos pressupostos de inexigibilidade e dos formalismos, previsto na lei de licitação, que envolve a publicação em imprensa oficial da exigência de inexigibilidade, previsão de dotação orçamentária suficiente para satisfação das empresas empreendidas”.

Segundo a defesa das partes, a contratação gerou um ganho de R$ 11 milhões para a municipalidade e o valor do contrato com o escritório não representou nem 5% do lucro obtido, com a instrução de um processo licitatório de venda da folha de pagamento da prefeitura para uma instituição bancária. Após Castelo Branco explanar seu voto, o desembargador Pedro Guerra pediu vista, pois a matéria é recorrente na Câmara Criminal em que atua e, que, por vezes, rejeita ou aceita as denúncias. O desembargador Carlos Roberto acompanhou o voto do relator antecipadamente. (As informações do BN)

AJUDANTE DE PEDREIRO ASSUME QUE MATOU HOMEM DURANTE BRIGA

Sem demonstrar arrependimento e com um sorriso estampado no rosto, o ajudante de pedreiro João Viktor Silva Ferreira, 19 anos, assumiu que matou o autônomo Gilmar Dias dos Santos, 40, na última segunda-feira, 20, na avenida Garibaldi, durante uma discussão.

Ele não contou a motivação da briga, mas negou que tenha assassinado Gilmar após o rapaz se recusar a lhe dar dinheiro para pagar uma dívida contraída com traficantes de drogas do bairro Nordeste de Amaralina, como havia declarado em depoimento à Polícia Civil.

João disse ainda que a arma usada no crime, um revólver calibre 38, era da vítima. “Isso é história de drogas, ele era meu parceiro de pó. Não tinha nada de relacionamento [amoroso]”, declarou o suspeito.

Ele foi preso na noite da última quinta-feira, por investigadores da Delegacia de Homicídios (DHPP) de Feira de Santana, após denúncia anônima, no bairro Mangabeira, naquele município (a 117 km de Salvador).

O ajudante de pedreiro foi apresentado à imprensa, na tarde desta sexta, 24, na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba, pelas delegadas Patrícia Brito e Pilly Dantas, ambas da 3ª Delegacia de Homicídios Baía de Todos os Santos (DH-BTS).

João contou que tinha conhecido Gilmar há um mês. “Conhecia ele de ‘reggae’, de ficar três, quatro dias cheirando pó”, disse. Gilmar, que morava em Pituaçu, foi morto com um tiro no ouvido, dentro de seu carro, um Chevrolet Corsa branco. (as informações do A Tarde)

NA PRORROGAÇÃO, UNIVERSO/VITÓRIA PERDE PARA O FLAMENGO NO NBB

Contra o líder do NBB 2016/17, o Universo/Vitória lutou muito, mas acabou derrotado por 93x87, na prorrogação, nesta sexta (24), no Ginásio de Cajazeiras. O primeiro quarto foi de muita igualdade entre os rubro-negros. As trocas de liderança no placar eram constantes. A parcial, como não poderia ser diferente, ficou igual: 17x17. O segundo período começou da mesma forma, mas houve mudança de enredo no meio. O Flamengo abriu vantagem e chegou a ficar 9 pontos na frente. O Leão reagiu e o primeiro tempo terminou em 36x34 para os cariocas.

O Universo/Vitória voltou a ficar na frente do marcador no 3º quarto, mas foi a vez do Urubu reagir e terminar o período na frente com 58x52. O Fla seguiu melhor e chegou a abrir 17 pontos de vantagem (71x54). Mas não contava com a reação baiana, comandada por Dawkins. Faltando 15 segundos, o Leão empatou o jogo em 77x77, levando-o para a prorrogação.

No período extra, os cariocas abriram vantagem, o Vitória chegou a encostar mas o Flamengo conseguiu fechar o placar em 93x87. Com a derrota, o Leão, que volta à quadra na quinta (30), às 20h, contra a Liga Sorocabana, no interior paulista, perdeu uma posição no NBB 2016/17: é o 7º. (As informações do Correio)

MAGGI: QUEDA DE 90% NAS EXPORTAÇÕES É 'COISA ABSURDA'

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, classificou como "uma coisa absurda" a queda de mais de 90% nas exportações de carne, após as revelações da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. As receitas recuaram de uma média diária de US$ 63 milhões para US$ 74 mil. Ele estimou que as exportações poderão ser regularizadas num prazo entre uma semana e 15 dias. Ainda assim, o prejuízo já ocorreu. No mínimo, os frigoríficos perderam de uma semana a 15 dias nos volumes de produção que haviam programado para este ano. Maggi informou que, após regularizado o comércio, fará uma viagem ao exterior e visitará os principais mercados da carne brasileira.

Na próxima semana, ele recebe o comissário europeu para Saúde e Segurança Alimentar, Vytenis Andriukaitis. Segundo explicou, a visita já estava programada, pois o europeu participará de um evento em Brasília. Maggi acrescentou que Andriukaitis já deu declarações avaliando que o Brasil é seguro e que não há problema com a carne brasileira.

"Se ele disser isso no Brasil, vai nos ajudar muito." Sobre o recall de carne realizado nesta sexta-feira (24) pela Secretaria do Consumidor do Ministério da Justiça, o ministro disse que "não acha nada". Ele classificou como natural que os órgãos do governo tomem suas providências. "Como não houve laudos, eu gostaria de esperar. O Ministério da Agricultura segue essa política", disse. (As informações do BN)

HOMEM É PRESO COM DROGAS E EXPLOSIVOS EM CAJAZEIRAS

Um homem foi preso com drogas e explosivos na tarde desta sexta-feira (24), em Cajazeiras. Ele estava em uma localidade conhecida como Vila Vitório, em Fazenda Grande III, quando foi surpreendido por policiais militares.

Segundo a Polícia Militar, uma guarnição da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/ Cajazeiras) fazia ronda no bairro quando identificou o homem em atitude suspeita.

Durante a abordagem, os policiais militares encontram com o suspeito artefato explosivo de fabricação caseira, 129 pedras de crack, 11 pinos de cocaína e um carregador de pistola ponto 40. O homem preso e o material apreendido foram apresentados à 13ª Delegacia (Cajazeiras). (As informações do Correio)

OBRA NA BA-120 BENEFICIARÁ CERCA DE 55 MIL MORADORES

A recuperação de 28 km da BA-120, entre Conceição do Coité e Riachão do Jacuípe, foi entregue nesta sexta-feira, 24, pelo governador Rui Costa. A estimativa é que 55 mil moradores da região serão beneficiados com a obra de R$ 9,3 milhões, iniciada em outubro do ano passado.

A solenidade ocorreu na cidade de Riachão do Jacuípe (a 177 km de Salvador) e contou com representantes políticos da cidade e de municípios vizinhos, como Serra Preta e Tanquinho, que também são afetados diretamente pela via recuperada. Para o governador, embora seja uma rodovia de curta distância, “é muito importante para a região, principalmente para os moradores de Riachão do Jacuípe e Conceição do Coité”.

Ele lembrou que a via liga os Territórios de Identidade Bacia do Jacuípe e do Sisal e destacou que vai facilitar o deslocamento “agora com segurança e tranquilidade, melhorando a qualidade de vida da população e fomentando o desenvolvimento socioeconômico”, disse.

Intervenções - Os moradores festejaram a renovação da rodovia, que recebeu recapeamento, sinalização vertical e horizontal e alargamento do acostamento em alguns pontos do trecho. “Era um sofrimento passar pela via. Por causa dos buracos, a viagem de meia hora demorava mais de uma hora”, afirmou o agropecuarista Vinícius Gonzaga.

Ele salientou que além da demora e do desconforto, “tinha ainda o perigo de acidentes, assaltos e prejuízos com a quebra de peças dos veículos”, disse acrescentando que outras estradas “também precisam de atenção para integrar os moradores dos demais municípios desta região”.

Durante a estada em Riachão do Jacuípe, Rui Costa assinou a autorização para iniciar o processo de licitação para contratação de empresa que vai recuperar o trecho do entroncamento da BA-409 e a BA-233, com 57,9 km, entre Conceição do Coité, Serrinha e Biritinga, todos na região do Sisal.

Essa restauração, que ainda não tem um prazo previsto para ser iniciada, vai beneficiar cerca de 180 mil habitantes das cidades e povoados de Água Fria, Biritinga, Conceição do Coité, Lamarão, Nova Soure, Santaluz, São Domingos e Valente.

Programa - Executado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o programa Bahia Produtiva objetiva incentivar o aprimoramento de atividades rurais no estado. Em dois convênios assinados, nesta sexta, pelo governador, 1.098 famílias que trabalham com apicultura e caprinovinocultura serão diretamente beneficiadas.

“Queremos que as pessoas tenham acesso a novas tecnologias, equipamentos e infraestrutura e, assim, possam reforçar sua produção”, disse Rui Costa, enfatizando que, se produzir mais e com melhor qualidade, o produtor dará impulso à economia, “fortalecendo o comércio e aumentando a arrecadação dos municípios. Com isso todo mundo ganha”, asseverou.

Com investimento de R$ 1,6 milhão, o governo do estado entregou 20 viaturas para municípios da região sisaleira. Destes, 15 se destinam para a Polícia Civil e cinco para a Polícia Militar. (As informações do A Tarde)

NAVIO PEGA FOGO NO PORTO DE SALVADOR, NO COMÉRCIO

Um navio pegou fogo na noite desta sexta-feira (24), no porto de Salvador, no bairro do Comércio. Segundo a Central de Polícia, o incêndio começou por volta das 18h30 e não deixou feridos. A embarcação estava atracada no Terminal de Contêineres, ao lado do portão 2 da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba).

A assessoria do Terminal informou que a tripulação localizou o fogo no início e acionou o sistema de combate a incêndio. A embarcação é um navio de cargas e sofreu pequenas avarias. Confira a nota encaminhada pelo órgão logo abaixo:

O Terminal de Contêineres do Porto de Salvador informa que o princípio de incêndio ocorrido em um navio atracado nesta sexta-feira foi rapidamente controlado pelo sistema de combate a incêndio da embarcação. O Corpo de Bombeiros foi acionado para auxíliar na ocorrência. Não houve feridos.

Também em nota, o Corpo de Bombeiros informou que o navio possui um sistema de isolamento em casos de incêndios que libera um produto que extingue as chamas. "Os Bombeiros Militares realizaram rescaldo e fazem inspeção no local no momento", diz a nota.

Ainda segundo os bombeiros, a situação está fora de perigo. Equipes do 1º e 3º Grupamentos do Corpo de Bombeiros (GBM), Barroquinha e Iguatemi, respectivamente, e do Salvar atenderam a ocorrência.

Procurada, a Capitania dos Portos informou que uma equipe de inspeção está no navio no momento investigando os detalhes do acidente. (As informações do Correio)

FORMOSA: EVENTO QUE DISCUTE SITUAÇÃO DO CERRADO SE ENCERRA NESTE SÁBADO

A cidade de Formosa do Rio Preto, no extremo oeste baiano, realiza até este sábado (25) o 1º Encontro e Feira dos Povos do Rio Preto. O evento reúne moradores das comunidades tradicionais de diversos povoados da zona rural do município. De acordo com o A Tarde, o evento tem como objetivo refletir sobre a situação atual do cerrado. Rica em nascentes, a região tem vários mananciais e rios, como o Rio Preto, que por sua vez, desagua no Rio Grande, um dos principais afluentes da margem esquerda do Rio São Francisco.

Um dos pontos altos do evento é o lançamento do filme Gerações Geraizeiras. O documentário analisa o conflito entre as comunidades tradicionais e os latifúndios, sofridos nos últimos 30 anos. A programação ainda conta com exposição e venda de artesanato produzido pelas mulheres da comunidade de Cacimbinha – com materiais da vegetação de cerrado, como capim-dourado – e o lançamento do livro didático Saberes Ambientais do Cerrado, organizado pelos professores de geografia da Universidade Federal do Oeste de Bahia (Ufob) Valney Rigonato e Mario dos Santos. (As informações do BN)

FORMOSA: EVENTO QUE DISCUTE SITUAÇÃO DO CERRADO SE ENCERRA NESTE SÁBADO

A cidade de Formosa do Rio Preto, no extremo oeste baiano, realiza até este sábado (25) o 1º Encontro e Feira dos Povos do Rio Preto. O evento reúne moradores das comunidades tradicionais de diversos povoados da zona rural do município. De acordo com o A Tarde, o evento tem como objetivo refletir sobre a situação atual do cerrado. Rica em nascentes, a região tem vários mananciais e rios, como o Rio Preto, que por sua vez, desagua no Rio Grande, um dos principais afluentes da margem esquerda do Rio São Francisco. Um dos pontos altos do evento é o lançamento do filme Gerações Geraizeiras.

O documentário analisa o conflito entre as comunidades tradicionais e os latifúndios, sofridos nos últimos 30 anos. A programação ainda conta com exposição e venda de artesanato produzido pelas mulheres da comunidade de Cacimbinha – com materiais da vegetação de cerrado, como capim-dourado – e o lançamento do livro didático Saberes Ambientais do Cerrado, organizado pelos professores de geografia da Universidade Federal do Oeste de Bahia (Ufob) Valney Rigonato e Mario dos Santos. (As informações do BN)

EMPRESÁRIOS BAIANOS ESTÃO NA NOVA EDIÇÃO DA 'LISTA SUJA' DO MTE

Após dois anos de suspensão, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) publicou nesta sexta-feira, 24, uma nova edição da chamada “lista suja”, um cadastro de empregadores que o órgão federal costumava atualizar semestralmente, com empresas investigadas por submeter os funcionários a condições análogas à escravidão. Dos 68 investigados, 14,7% são empresas do setor da construção civil. Inicialmente, foram divulgados 85 nomes, mas a informação foi corrigida em seguida no boletim.

Entre as três empresas baianas onde o Ministério do Trabalho encontrou problemas está o empregador Helmuth Rieger, que já foi autuado, em 2012, por manter trabalhadores em situação irregular na fazenda Flor da Esperança, povoado de Estiva, região rural de São Desidério (a 869 km da capital, na região oeste). Rieger aparece no novo levantamento divulgado.

José Carlos Arrighi, que também faz parte da apuração desde 2012, é novamente citado pelo ministério, uma vez que em uma obra feita pela empresa dele, em Cristópolis (a 786 km de Salvador, também no oeste baiano), foram encontrados trabalhadores em condições análogas à escravidão.

Outro empresário com atividades no estado da Bahia que aparece na lista é Marcôndes Antonio Tavares de Farias, proprietário de granjas na região de Barreiras (outro município da mesma região, a 857 km da capital), onde os fiscais encontraram diversas irregularidades. Farias também é reincidente, de acordo com o relatório do MTE.

As investigações foram conduzidas pelo Grupo Móvel de Erradicação do Trabalho Escravo (criado pelo MTE), acompanhado por integrantes do Ministério Público do Trabalho (MPT) e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), além das polícias nas cidades. A “lista suja” foi criada em 2003 e é considerada pela Organização das Nações Unidas (ONU), um modelo para a erradicação da escravidão contemporânea.

Suspensão - Só que a lista das empresas irregulares teve a divulgação suspensa pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, em 2014, em meio ao recesso de fim de ano da Suprema Corte. A suspensão acabou revogada pela ministra Cármen Lúcia, hoje a atual presidente do STF, em maio do ano passado. Desde então, o tema tem passado por vários embates judiciais. O próprio Ministério do Trabalho evitou a publicação e reivindica o direito dos empresários à defesa administrativa em primeira e segunda instâncias, o que seria motivo de intenso debate jurídico.

De acordo com o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Ives Gandra Martins Filho, a exposição da lista seria um "atropelo ao devido processo legal, afrontando o direito à ampla defesa dos empregadores". Em contrapartida, no dia 14 de março deste ano, o ministro Alberto Luiz Bresciani, também do Tribunal Superior do Trabalho, deferiu uma liminar obrigando o governo federal a divulgar a relação, o que acabou correndo nesta sexta.

Como consequência da divulgação da “lista suja”, os citados no rol passam a sofrer restrições administrativas e no mercado. Bancos públicos, por exemplo, devem negar créditos, empréstimos e contratos aos citados pelas graves irregularidades trabalhistas detectadas durante as operações de fiscalização. (As informações do A Tarde)

SALVADOR TEM 9 PRAIAS IMPRÓPRIAS PARA BANHO NESTE FIM DE SEMANA

Nove praias de Salvador são consideradas impróprias para banhos neste final de semana. A lista foi divulgada nesta sexta-feira (24) pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Assim, os banhistas devem evitar: Periperi (na saída do acesso à praia), Penha ( em frente a Igreja Nossa Senhora da Penha), Pedra Furada (atrás do Hospital sagrada família), Porto da Barra (em frente a rua Cesar Zama), Pituba (atrás do antigo clube Português), Armação (em frente ao Hotel Alah Mar e a Rua João Mendes da Costa), Boca do Rio (em frente ao Posto Salva Vidas), Corsário (em frente ao posto salva vidas)e Patamares (em frente ao Posto Salva-Vidas Patamares).

Segundo o Inema, a praia é considerada imprópria quando mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas apresentar resultado superior a 1 mil coliformes fecais. O instituo ainda adverte que no período em que o tempo estiver chuvoso, as praias podem ser contaminadas por arraste de detritos diversos, carregados das ruas através das galerias pluviais, podendo causar doenças. É desaconselhável também o banho próximo à saída de esgotos, desembocadura dos rios urbanos, córregos e canais de drenagem.

SUSPEITO DE ESTUPRAR 18 MULHERES ESCOLHIA VÍTIMAS PELO TIPO DE CELULAR

Preso numa emboscada da polícia no final da tarde desta quinta-feira (23), Rafael de Lima Silva, 24 anos, confessou ter estuprado e roubado 18 mulheres. Inicialmente, ele disse à polícia que tinham sido quatro vítimas, mas logo que os investigadores tomaram posse do seu celular, ele acabou revelando outros casos. É que o crime acontecia primeiro através de sites de relacionamento e daí partia para o aplicativo de mensagens WhatsApp, por onde Rafael e a vítima combinavam o encontro. Das 18 vítimas, a polícia já identificou três.

Segundo o agressor informou aos policiais, o objetivo por trás dos encontros era roubar os celulares das vítimas que, de acordo com ele, eram todas prostitutas. No entanto, na tarde desta sexta-feira (24), depois de ver o noticiário sobre a prisão de Rafael, uma mulher que não se identificou como profissional do sexo foi à Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), reconheceu o agressor e registrou ocorrência de estupro ocorrido no dia 14 deste mês, na Engomadeira. A polícia a considera como a 19ª vítima. “Ele nos disse que faz isso há sete meses e uma das vítimas relatou ter sido estuprada há seis. Até então, as histórias estão batendo, mas a investigação continua. Provavelmente, vamos descobrir outros casos”, afirmou a delegada titular da DRFR, Carla Ramos.

Armadilha - A prisão de Rafael envolveu um trabalho de inteligência da polícia. Uma das denunciantes, estuprada e assaltada no dia 4 deste mês no bairro da Calçada, é prostituta e compartilhou o caso e a foto do agressor com algumas colegas de profissão. Entre as colegas, estava uma adolescente de 16 anos que se prostitui escondido dos pais. A menor colocou fotos suas em um site que promove encontros sexuais e recebeu mensagens de Rafael negociando um programa. Quando a conversa chegou no WhatsApp, Rafael lhe mandou uma foto dele. A jovem então reconheceu o agressor da amiga e, juntas, elas levaram o caso à delegacia.

A partir daí, a polícia passou a articular um plano para capturá-lo, orientando o que a garota deveria falar para Rafael através do aplicativo. Com as instruções, a adolescente marcou um encontro no Largo do Tanque, ao lado de um salão, onde ele deveria buscá-la para irem a um motel. Ao chegar ao local, os policiais deram voz de prisão e Rafael foi pego portando duas facas, sendo uma do tipo peixeira. "Quando a mulher chegava, ele a recebia com um facão do tipo peixeira e a estuprava. Depois pegava dinheiro e pertences da vítima e ia embora", afirmou a Polícia Civil, em nota. O estuprador não foi preso em flagrante, porque não chegou a consumar nenhum delito. Ele está em prisão temporária, mas a delegada já solicitou a preventiva.

As mulheres identificadas pela polícia até agora têm perfis totalmente diferentes. De acordo com a titular da delegacia, Rafael escolhia as vítimas pelo modelo do celular. Na conversa com a adolescente, ele pede que ela tire uma foto no espelho. Era essa a tática que ele utilizava para ver o aparelho da vítima. “Ele disse que vendia os aparelhos na OLX e na Feira do Rato por R$200 a R$250”, conta a delegada.

Ainda de acordo com ela, o agressor tinha um perfil inusitado: tem esposa, filho e ganha cerca de R$1.700 com carteira assinada numa empresa de logística. Conforme informou à polícia, os crimes começaram através do bate-papo do site UOL, onde ele trocava telefone com as mulheres. Os investigadores descobriram que ele chegou a marcar até três encontros num dia. Só depois é que ele passou para os sites de prostitutas. Com a série de estupros, Rafael foi ficando cada vez mais violento. Uma das vítimas relatou, por exemplo, que foi agredida depois de pedir que ele usasse camisinha. (As informações do Correio)

MENINA 'ROUBA' SOLIDÉU DO PAPA E VÍDEO VIRALIZA

Uma menina de três anos "roubou" o chapéu do Papa Francisco, conhecido como solidéu, nesta quinta-feira, 23, na Praça de São Pedro, no Vaticano (Itália).

O fato inusitado aconteceu quando o Papa abençoava crianças da região. O ato foi filmado e compartilhado nas redes sociais e viralizou.

CBF REDUZ PODER DOS CLUBES NA VOTAÇÃO PARA PRESIDENTE DA ENTIDADE

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Marco Polo Del Nero, deu um duro golpe nos clubes. Em assembleia realizada na quinta-feira, no Rio, os 20 times da Série B foram incluídos no colégio eleitoral da entidade, mas uma nova regra manteve o poder de decisão nas mãos das federações.

Agora são 40 clubes contra 27 federações. Na teoria, uma vantagem para os times. A diferença está no sistema de votação. O voto dos presidentes das federações terá peso três, enquanto o dos clubes da Série A apenas dois, e da Série B, um.

Neste cenário, as federações continuam com maioria no colégio eleitoral. São 81 votos contra apenas 60 dos clubes. Antes da decisão eram 27 votos contra 60, sem diferença no peso da votação. A inclusão das equipes da Série B era obrigatória por lei.

A mudança deve assegurar a permanência de Del Nero na presidência, já que atualmente quase todas as federações sobrevivem com o dinheiro, cerca de R$ 50 mil, enviado pela CBF mensalmente. A próxima eleição da entidade será em 2018.

sexta-feira, 24 de março de 2017

DELATOR AFIRMA QUE COMPROU TEMPO DE TV PARA CHAPA DILMA-TEMER

Em depoimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Alexandrino Alencar disse que a empreiteira pagou R$ 21 milhões em dinheiro em espécie a três partidos para comprar tempo de TV para a chapa de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) em 2014. Segundo ele, o dinheiro, proveniente de caixa 2, foi entregue em hotéis e flats.

Conforme antecipou o jornal "O Estado de S. Paulo" no início do mês, Alexandrino Alencar disse ao TSE que a empreiteira pagou R$ 7 milhões para cada um desses três partidos: PROS, PC do B e PRB. Ontem, a reportagem obteve a íntegra do depoimento do ex-executivo, mantido sob sigilo.

Alexandrino depôs ao TSE em 6 de março. "Eram inicialmente cinco partidos que houve essa demanda para a gente contribuir via caixa 2, e eu fiquei encarregado de três partidos. Então, três partidos foram feitos por mim, a saber: o PROS, o PC do B e o PRB", afirmou o ex-executivo ao ministro Herman Benjamin, relator no TSE da ação que apura se a chapa Dilma-Temer cometeu abuso de poder político e econômico para se reeleger em 2014.

Conforme Alexandrino, a demanda surgiu do então tesoureiro da campanha de Dilma, Edinho Silva, que, segundo ele, já chegou com os valores a serem acertados e a indicação de que o pagamento seria via caixa 2. Questionado por Benjamin se havia ficado claro os termos do pedido, Alexandrino foi categórico. "Sim, para a compra dos partidos. Era claramente uma compra do tempo de TV".

Alexandrino também falou como eram feitos os repasses. "Eu contatava a pessoa da Operações Estruturadas (conhecido como "departamento da propina") e dizia: 'Temos essa demanda'. Às vezes a pessoa ficava num hotel ou tinha lugar fixo em São Paulo, um flat, onde as pessoas dos partidos iam lá buscar".

Defesas - Em resposta ao TSE, o PRB disse não ter recebido caixa 2, propina ou "recurso financeiro de qualquer origem ilícita" para apoiar a chapa Dilma-Temer. O PC do B informou que o apoio à candidatura de Dilma em 2014 se deveu à "identidade de projetos político-ideológicos". Nenhum representante do PROS foi localizado.

A defesa de Dilma emitiu nota ontem na qual diz que a vida pública da petista é "limpa e honrada". Edinho afirmou que é "nítida a tentativa de construção de uma tese que tem como objetivo a criminalização da campanha". "Jamais pedi doações que não fossem legais". (As informações do Estadão)