sábado, 30 de dezembro de 2017

PREFEITO ANUNCIA NOVO VALOR DA TARIFA DE ÔNIBUS EM SALVADOR

O prefeito ACM Neto anunciou, nesta sexta-feira (29), o novo valor da tarifa de ônibus: R$ 3,70, valendo a partir do próximo dia 2. Especulou-se uma variação para até R$ 4,35, mas o prefeito reafirmou que não permitiria que qualquer desequilíbrio financeiro do sistema de transporte por ônibus fosse repassado aos usuários. Foi aplicada, portanto, um reajuste abaixo da inflação. Se fosse aplicado exatamente o percentual da inflação, o valor seria de R$3,74.

ACM Neto destacou ainda que está em curso um estudo sobre o equilíbrio econômico financeiro do sistema de ônibus da cidade a partir da integração com o metrô. O prefeito ressaltou, portanto, que não vai "passar para a tarifa qualquer tipo de desequilíbrio" até a finalização desse levantamento. "Fizemos a integração do ônibus com o metrô, e eu havia garantido que essa integração não seria repassada pra tarifa. Estou aqui mantendo meu compromisso", reforçou

Festival - As afirmações foram feitas durante coletiva à imprensa realizada na segunda noite do Festival Virada Salvador, considerada pelo prefeito como exitosa. "Encerramos a primeira noite com uma avaliação extremamente positiva do Festival Virada Salvador. Estamos todos muito felizes com o resultado, seja da presença do público, organização, prestação dos serviços.O segundo dia também já se confirmou como um sucesso", acrescentou Neto.

BAHIA ENCAMINHA ACERTO COM LATERAL JOÃO PEDRO, DO PALMEIRAS

Se em 2017 a lateral direita do Bahia deixou a desejar com Eduardo, Wellington Silva e Régis Souza, o tricolor tem buscado soluções para sanar o problema na próxima temporada. Depois de fechar com Nino Paraíba, que jogou o Brasileirão pela Ponte Preta, o Esquadrão está perto de chegar a um acordo com o lateral João Pedro, que é vinculado ao Palmeiras e este ano vestiu a camisa da Chapecoense.

De acordo com o empresário do jogador, Adriano Freire, as conversas estão avançadas e faltam apenas detalhes entre Bahia e Palmeiras para que o martelo seja batido. O lateral chegaria ao Fazendão por empréstimo até o final de 2018.

“Faltam apenas alguns detalhes entre Palmeiras e Bahia para fechar a negociação. João Pedro tem outras três equipes interessadas, uma que até esfriou um pouco por opção do atleta, e o que ele está buscando é uma parte esportiva em que se sinta bem para jogar. Não é a parte financeira, mas algo que ele quer para a carreira dele. Se nada der errado, ele fecha com o Bahia”, explicou o representante.

Atlético-MG, Atlético-PR e a própria Chapecoense são os outros times que demonstraram interesse em ter o jogador de 21 anos.

Natural de Presidente Prudente, interior de São Paulo, João Pedro chegou ao Palmeiras em 2012 após passagem pelas divisões de base do Comercial. A estreia no time profissional aconteceu em 2014. Este ano, atuou em 29 partidas pela Chapecoense e marcou um gol. Também joga de meia.

Inicialmente, ele seria utilizado pelo técnico Roger Machado no Palmeiras, mas a concorrência na posição aumentou após o time paulista contratar o lateral Marcos Rocha, do Atlético-MG.

Atacante na mira
Quem também pode desembarcar no Fazendão é o atacante Yan Sasse. O jogador de 20 anos já tem um acordo com o Bahia, mas depende da liberação do Coritiba, time com quem tem contrato até 2020. Nos últimos dias, o tricolor fez uma oferta financeira pelo empréstimo, que foi recusada pelo Coxa. Uma nova proposta foi realizada, mas os dois clubes ainda não chegaram a um entendimento.

A ideia da diretoria do Bahia é ter o atacante por empréstimo até o final da temporada com opção de compra. Até o momento, o clube já acertou as contratações de Nino Paraíba, dos volantes Elton e Nilton e do meia-atacante Elber. A expectativa é que eles sejam anunciados oficialmente no início de 2018. (As informações do Correio)

VITÓRIA TENTA RENOVAÇÃO COM ANDRÉ LIMA

O Vitória segue na sua saga em busca de renovação com atletas que defenderam o clube na temporada de 2017. Um dos nomes que interessam é o do atacante André Lima. Em entrevista ao CORREIO, o empresário Eduardo Uram falou brevemente sobre a negociação. "Sim, há uma conversa sobre renovação", resumiu, sem revelar detalhes. André Lima foi artilheiro do rubro-negro na temporada, com 15 gols marcados, além de quatro assistências. No Campeonato Brasileiro, ele atuou em 20 das 38 rodadas, sendo cinco como titular, e marcou cinco gols.

Apesar de existir um interesse em renovar, André Lima escreveu uma carta de despedida para o torcedor do Vitória, publicada no dia 4 de dezembro. "Quero agradecer ao @ecvitoriaoficial por me abrir as portas desse clube maravilhoso para que eu pudesse reescrever a minha história e pagar a minha dívida que eu tinha pessoal com esse clube e tenho certeza que saio com minha dívida totalmente paga e consegui conguista um título estadual e fui 3 vezes abençoado com a artilharia do estadual , com a artilharia da temporada de 2017 e deixar esse clube maravilhoso aonde ele nunca deveria sair que é da série A. Quero deixar o meu agradecimento a todos os funcionários do clube , a direção , a comissão técnica , aos torcedores e aos meus companheiros . Deus abençoe a todos e um até breve", escreveu.

Dor de cabeça
Renovar com os jogadores tem sido um dos problemas da atual diretoria do Vitória. O presidente Ricardo David, inclusive, alegou que o vazamento da lista com o salário de todo o elenco deste ano, ocorrido durante o Brasileirão, atrapalha o processo. "Sabem qual o ponto que não está batendo e que talvez não seja possível (renovar com um atleta específico)? É que ele sabe quanto todos os atletas do Vitória ganham. Ele tem esse número. Não tem jeito. Ele diz o seguinte: 'Não é possível que fulano ganhe menos que cicrano'. Possivelmente não vamos conseguir fazer essa renovação", argumentou durante reunião do Conselho Deliberativo, realizada na quarta-feira (27).

Outro atleta que aguarda um posicionamento do Vitória para saber se permanecerá na Toca do Leão é o zagueiro Kanu. Até o momento, o único a ter seu vínculo renovado foi o volante Uillian Correia, que rescindiu seu contrato com o Cruzeiro e assinou com o Leão por dois anos. (As informações do Correio)

APÓS ANO DE DIFICULDADES, YPIRANGA E GALÍCIA SONHAM COM 2018

Os clubes mais tradicionais do estado depois da dupla Ba-Vi tiveram um 2017 para esquecer. O Ypiranga quase fechou as portas após uma parceria malfadada, enquanto o Galícia, lanterna do último Baiano, teve que tirar seu time de três competições por causa de uma disputa política.

Apesar das dificuldades, as agremiações sonham com um 2018 positivo. O caso do aurinegro é o mais preocupante. Com um novo presidente empossado no dia 16 de dezembro, o Ypiranga alegou não ter tido condições de se inscrever nem na Série B do Baiano, que começa em 3 de março. O desafio para o presidente Waldemar Filho será organizar o Ypiranga, que no início deste ano assinou com 23 jogadores sub-20, todos por cinco anos.

Ele conta que, aos poucos, o Mais Querido vem conseguindo a rescisão dos contratos. “A partir de janeiro vou começar a resolver isso. Eu recebi o Ypiranga numa situação lamentável, pior do que em 2009. Lá, era uma coisa pontual. Agora não, os efeitos são retardados, a toda hora aparecem cobranças e problemas”, conta Waldemar, que já havia ocupado o cargo e volta após o fim do mandato do ex-goleiro Emerson Ferretti.

Comandado pelo ex-jogador Paulo Isidoro, o time sub-20 foi eliminado ainda na primeira fase do estadual. Sem poder usar a Vila Canária, terminou a competição treinando no Fazendão, graças à ajuda do Bahia. Em fevereiro, o então presidente Emerson Ferretti acertou uma parceria com um suposto grupo de empresários e passou a gestão do futebol para João Vicente da Silva, representante dos investidores.

Além dos atletas do sub-20, o gestor montou um time profissional para a segunda divisão, que ficaria sob o comando do técnico Roberto Gaúcho. Sem receber os investimentos prometidos, Ferretti desistiu de assinar os vínculos dos atletas profissionais, evitando prejuízo maior. A equipe desistiu da Série B do Baiano e perdeu todas as partidas por W.O.

O novo presidente quer ver o time de volta aos gramados no segundo semestre de 2018: “Tenho conversado muito com a Jacuipense e com Newton Mota, porque eles têm muitos jogadores de futuro nos projetos deles. Temos probabilidade de 90% de fechar parceria. Queremos disputar todas as competições de base do estado no segundo semestre”, conta Waldemar.

Galícia em disputa
No Galícia, os problemas começaram em outubro de 2016, quando o presidente Darío Rêgo foi deposto pelo Conselho Deliberativo. Sob o comando de Manolo Muiños e ainda em meio às discussões políticas, o azulino fez campanha aterrorizante no Baiano, com apenas um ponto em dez jogos. Acabou rebaixado.

Em julho, Rêgo conseguiu na Justiça liminar para retornar ao cargo. Àquela altura, o clube havia montado equipes para os estaduais sub-15, sub-17 e feminino. Devido à insegurança judicial, desistiu das três competições e perdeu todas as partidas por W.O. Os atletas – que tinham vínculos amadores –, mesmo sem jogos a fazer, seguiram treinando no Parque Santiago.

Em setembro, o Conselho tornou a retirar Rêgo da presidência e eleger Muiños. O atual presidente reconhece que a alternância no cargo minou a credibilidade do Galícia. “Foi um ano em que não tínhamos como focar em nada, toda hora surgia uma nova decisão jurídica. Isso não serve como desculpa para a campanha horrível que fizemos no Baianão, mas não dá para fazer um bom trabalho. Você conversa com um investidor e ele vê na mídia essas notícias...”.

Muiños assegura que a disputa teve fim e que o planejamento para 2018 começou. O time profissional está inscrito na segundona e se apresentará no dia 10 de janeiro. “A gente começou o trabalho em agosto, quando acertamos com o técnico Sérgio Veloso. Temos um grupo sub-23 que vinha treinando. Agora vamos trazer algumas peças para encaixar o time e buscar o acesso”. (As informações do Correio)

TRUMP EXIGE MURO COM MÉXICO PARA MUDAR POLÍTICA IMIGRATÓRIA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira (29) que não cogitará restaurar o programa imigratório de Ação Diferida para Chegados na Infância (Daca, na sigla em inglês) que protegia jovens da deportação dos EUA, sem um compromisso dos democratas de construir um muro na fronteira com o México e encerrar certos programas de imigração. A informação é da Reuters.

O debate sobre a imigração será um tema central em Washington no início de 2018, ano em que eleições de meio de mandato para o Congresso serão realizadas em novembro. Em setembro, Trump encerrou o Daca, que blindava da deportação jovens que chegaram aos EUA ilegalmente na infância, e instruiu o Congresso a elaborar uma solução de longo prazo até março.

Os democratas pressionaram pela continuidade do Daca, mas o presidente republicano disse que isso não acontecerá sem o encerramento de vários programas de concessão de vistos e a construção do muro na fronteira sul dos EUA. "Os democratas foram informados, e entendem plenamente, que não pode haver Daca sem o MURO desesperadamente necessário na fronteira sul e o FIM da horrível migração em cadeia e do ridículo sistema de loteria de imigração etc", tuitou Trump nesta sexta.

Representantes do líder democrata no Senado, Chuck Schumer, e da líder democrata na Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, disseram que eles não negociarão a questão na mídia, mas que esperam ter conversas sérias depois que os parlamentares voltarem ao trabalho em Washington no início do mês que vem. (As informações da Agência Brasil)

CERCA DE 600 CODINOMES LIGADOS A REPASSES ILEGAIS DA ODEBRECHT NÃO FORAM EXPLICADOS

A delação premiada da Odebrecht não explica cerca de 600 codinomes de destinatários de propinas e repasses ilegais registrados nas planilhas do setor de operações ilícitas da empreiteira. De acordo com levantamento realizado pela Folha de S. Paulo, apenas os 20 beneficiários não identificados somam mais de R$ 100 milhões recebidos. Os documentos não explicam também a presença de políticos como o presidente da República, Michel Temer (MDB-SP), o do pré-candidato ao Palácio do Planalto Ciro Gomes (PDT-CE) e o vice-prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB-SP), na planilha intitulada "tradução", já que não há informações sobre repasses ligados a seus apelidos.

O levantamento analisou aproximadamente 2,3 mil listas de pagamentos relacionadas à construtora disponibilizadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). As planilhas contabilizam, além de subornos, transferências de recursos para pagamento de bônus para altos executivos da companhia, que seriam executados com sonegação de impostos. O maior número de pagamentos observado no material está relacionado ao codinome "conterraneo": 103 transferências, com total de R$ 13,7 milhões. O valor foi dividido em repasses iguais de R$ 125 mil, com exceção de um no montante de R$ 1 milhão. As operações aconteceram entre novembro de 2013 e agosto de 2014.

O próximo nome entre os maiores recebedores é "eao", com montante de R$ 7,6 milhões entre 2008 e 2010, divididos em nove repasses. Apesar de não ter sido explicada na delação da empreiteira, a alcunha foi vinculada por uma ex-funcionária do departamento de repasses ilegais às iniciais do acionista e ex-número um do grupo, Emílio Alves Odebrecht. Há ainda o codinome "torrada", que recebeu R$ 5,6 milhões em 14 repasses realizados em 2009, 2010 e 2014. (As informações do Estadão)

FESTIVAL VIRADA SALVADOR REGISTRA REDUÇÃO DE 27% NOS ATENDIMENTOS EM SAÚDE

O módulo assistencial à saúde montado pela Prefeitura no Festival da Virada Salvador continua registrando um movimento tranquilo durante a festa. No total, nas duas noites do evento foram contabilizadas 127 ocorrências, uma redução de 27% em relação ao mesmo período do ano passado, quando os números chegaram a 173 admissões.

Os atendimentos clínicos como dor de cabeça e intoxicação alcoólica continuam sendo a principal causa das admissões no módulo (109), seguido dos traumas ortopédicos, com 12 ocorrências, e das intervenções cirurgias (06). Na noite desta sexta-feira (29), apenas dois pacientes necessitaram de transferência para unidades de retaguarda - um homem de 32 anos com suspeita de infarto agudo do miocárdio, encaminhado para o 12• Centro de Saúde do Marback; e uma mulher de 18 anos com crise alérgica, conduzida ao Hospital da Bahia. Esse fato reitera a resolutividade e a qualidade da estrutura em saúde montada para o evento.

Neste sábado (30), terceira noite do maior Réveillon do país, o módulo instalado na Arena Daniela Mercury volta a funcionar a partir das 18h.

CÉLULAS 'RECAUCHUTADAS' CONSEGUEM DESTRUIR HIV, APONTA ESTUDO

O tratamento com "recauchutagem" das células de defesa do corpo, procedimento que pode transformar linfócitos T em células CAR-T, está tendo resultados animadores no combate ao vírus HIV. É isso o que aponta um estudo financiado pela Amfar e pelos Institutos Nacionais de Saúde (NIH) dos Estados Unidos da América e que foi publicado no periódico "PLOS Pathogens" nesta quinta-feira (28).

De acordo com a Folha de S. Paulo, a recauchutagem altera as células de defesa do corpo humano para que elas se liguem a um alvo e o destruam. Quando se trata do vírus da Aids, cientistas estão produzindo as células-tronco capazes de originar as células CAR-T com encaixes para molécula CD4, que está presente na superfície de células de defesa as quais o HIV se liga.

As células "recauchutadas" também se ligam a CD4 e quando o HIV se prende a essa estrutura é destruído pelo sistema imunológico das células CAR-T. Pesquisas apontaram que as células modificadas tiveram sucesso na destruição do HIV nos testes com primatas e que apresentaram boa distribuição em tecidos linfáticos e no sistema gastrointestinal, locais propícios para multiplicação do vírus.

TEMER ASSINA MP QUE LIBERA R$ 2 BI PARA MUNICÍPIOS EM DIFICULDADE FINANCEIRA

O Palácio do Planalto informou nesta sexta-feira, 29, que o presidente Michel Temer assinou uma medida provisória que libera R$ 2 bilhões da União para municípios que recebem recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e estão com dificuldades financeiras emergenciais. A verba será transferida aos entes no exercício de 2018 e, segundo a MP, deverá ser aplicada preferencialmente nas áreas de saúde e educação.

"A parcela que caberá a cada um dos municípios será calculada e entregue aos entes federativos nas mesmas proporções aplicáveis ao FPM para o ano de 2018, na forma fixada pelo Poder Executivo federal, após a aprovação do crédito orçamentário para essa finalidade", cita o texto da MP, que ainda será numerada e publicada no Diário Oficial da União (DOU).

A promessa do repasse desses R$ 2 bilhões às prefeituras foi feita por Temer em novembro, durante reunião no Planalto com prefeitos e ministros, em plena negociação pela retomada da votação da Reforma da Previdência. Antes do encontro, os prefeitos avisaram Temer que poderiam pressionar os deputados a votar a reforma previdenciária em troca do socorro para os municípios.

A publicação da MP com o crédito extra aos municípios deve ocorrer ainda nesta sexta-feira em edição extraordinária do Diário Oficial. (As informações do Correio)

CONTA DE LUZ NÃO TERÁ TAXA EXTRA EM JANEIRO

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira (29) que a conta de energia elétrica não terá cobrança extra no mês de janeiro. Segundo o órgão, a bandeira será verde em razão do aumento no volume de chuvas no mês de dezembro.

"O acionamento dessa cor indica condições favoráveis de geração hidrelétrica no Sistema Interligado Nacional. Mesmo com a bandeira verde é importante manter as ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício de energia elétrica", informou a Aneel em nota.

Nos últimos meses de 2017, devido ao baixo nível dos reservatórios das principais hidrelétricas do país e à falta de chuvas, a bandeira tarifária aplicou taxa adicional nas contas de luz. Isso ocorre para arrecadar recursos necessários para cobrir custos extras com a produção de energia mais cara, gerada por termelétricas.

Depois de dois meses de cobrança da bandeira tarifária vermelha patamar 2 (a mais alta da escala criada pela agência para sinalizar o custo real da energia gerada, com cobrança adicional de R$ 5 para cada 100 kWh), em dezembro a Aneel aplicou o patamar 1 – com cobrança extra nas contas de luz de R$ 3 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.

A mudança da bandeira para verde agora significa, portanto, que as chuvas das últimas semanas ajudaram na recuperação dos reservatórios das hidrelétricas e que há expectativa de que essa melhora continue nos próximos meses. (As informações do Correio)

RODRIGO MAIA DIZ QUE SÓ RECEBEU DOAÇÕES OFICIAIS DA ODEBRECHT

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, negou que tenha recebido doações ilegais da construtora Odebrecht, conforme denúncias que geraram investigações que envolvem também seu pai, Cesar Maia, um dos possíveis candidatos ao governo do Estado do Rio de Janeiro no ano que vem.

Rodrigo Maia disse que recebeu apenas "doações oficiais" da construtora. "Foi doação oficial, está na minha prestação de contas, e não há nenhuma contrapartida dita por ninguém, então se está na minha doação oficial e não tem contrapartida, é doação oficial, 2010 e 2014", afirmou o deputado nesta sexta-feira, 29, no Rio.

"Mas a partir do momento que se quer criar uma ilação para se prejudicar a política, alguns querem isso, eu explico tudo a esse respeito", completou o presidente da Câmara. (As informações do Estadão)

MUITO FOI FEITO ESTE ANO PARA FORTALECER PARCERIA COM O BRASIL, DIZ PUTIN

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, comemorou o que chamou de avanços feitos para "fortalecer a parceria bilateral com o Brasil". "A cooperação comercial, econômica, cultural e humanitária produziram bons resultados, e a Rússia e o Brasil interagiram de modo construtivo nas Nações Unidas, nos BRICS e no G20", escreveu Putin em mensagem de fim de ano destinada ao presidente Michel Temer. Na carta a Temer, Putin expressou também seu interesse em continuar trabalhando para "fortalecer toda a gama de relações bilaterais em benefício do povo russo e brasileiro". Em junho, Temer visitou a Rússia, onde assinou acordos bilaterais com Putin.

NOVO SALÁRIO MÍNIMO É DE R$ 954

O presidente Michel Temer anunciou nesta sexta-feira, o decreto que fixa em R$ 954, o novo valor. O decreto será publicado em edição extra do Diário Oficial da União e o reajuste valerá a partir de 1º de janeiro. O decreto também estabelece os valores de salários mínimos diários e para hora. Cada dia vale R$ 31,80 e a hora, R$ 4,34.

O reajuste para o salário mínimo em 2018 ficou abaixo das expectativas anunciadas pelo Ministério do Planejamento. Em outubro o governo anunciou que o salário seria de R$ 965, valor que já estava abaixo de outro divulgado em agosto, que era R$ 969. O salário-mínimo atual é de R$ 937. O reajuste de 1,81% segue a previsão do Índice de Preços ao Consumidor (INPC). (As informações do Correio)

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

ESTOU ENTRE 3 OU 4 NOMES DO DEM PARA CONCORRER AO PLANALTO EM 2018, DIZ MAIA

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, é um dos "três ou quatro nomes" que o DEM vai apresentar como candidato à Presidência da República no ano que vem. A informação foi dada pelo próprio Maia nesta sexta-feira, 29.

O deputado negou que o seu partido irá desembarcar do governo. "Não tenho essa informação e não vejo muito sentido", disse Maia, após participar do lançamento do Programa Dinheiro Direto nas Escolas, que vai destinar R$ 27,6 milhões para escolas estaduais e municipais do Estado do Rio de Janeiro.

O presidente da Câmara disse que o partido queria o apresentador Luciano Huck como candidato, mas que o mesmo foi descartado após escrever um artigo negando a candidatura. "Agora não dá mais, como pode um candidato dizer que não vai e depois ir?", questionou.

Além do próprio nome, Maia disse que o partido pensa em políticos como ACM Neto, Ronaldo Caiado e Mendonça Filho, atual ministro da Educação. Ele descartou no entanto vir em uma chapa junto como atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, como vem sendo especulado.

"Não somaria votos nem para ele nem para mim, nossos votos são parecidos", avaliou. Mas Maia admitiu que a chapa será formada com outro partido, já que a chamada "chapa pura" não teria votos suficientes.

Maia elogiou o governo Michel Temer, afirmando que o presidente está demonstrando "coragem" ao fazer reformas necessárias ao País. Mas criticou a falta de debate no caso do decreto do indulto do Natal. "Ele (Temer) não quis beneficiar ninguém, mas faltou debate", afirmou.

O deputado disse que não há mais espaço no Brasil para a escolha de candidatos sem se preocupar com um projeto, acenando que o companheiro de chapa do partido não será apenas um nome, mas alguém que compartilhe os mesmo projetos que o DEM. (As informações do Estadão)

PREÇO DA GASOLINA E DO DIESEL TEM NOVOS REAJUSTES NAS REFINARIAS

O preço da gasolina e do diesel comercializados nas refinarias da Petrobras sofrerão novos reajustes. De acordo com a empresa, hoje (29) a gasolina sobe 1,7% e o diesel 1,1%. A partir de amanhã (22), haverá novo aumento, de 1,9% para a gasolina e 0,4% para o diesel.

Nesta semana, o preço dos combustíveis nas refinarias já haviam sido ajustados. Na quarta-feira (27), houve aumento de 1,1% no diesel e redução de 0,4% na gasolina. Ontem (28), também houve aumento de 0,9% no diesel.

As variações fazem parte do modelo de reajustes frequentes praticados pela Petrobras, “em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional”, segundo a estatal.

“Analisamos nossa participação no mercado interno e avaliamos frequentemente se haverá manutenção, redução ou aumento nos preços praticados nas refinarias. Sendo assim, os ajustes nos preços podem ser realizados a qualquer momento, inclusive diariamente”, acrescenta a empresa.

O preço final ao consumidor, nas bombas, dependerá de cada empresa revendedora e dos próprios postos de combustíveis. O histórico das últimas variações praticadas pela Petrobras está disponível da página da estatal. (As informações da Agência Brasil)

CERCA DE 200 MIL PESSOAS CURTEM PRIMEIRO DIA DO FESTIVAL DA VIRADA EM SALVADOR

Cerca de 200 mil pessoas curtiram a primeira noite de Festival Virada Salvador, nesta quinta-feira (28), na Arena Daniela Mercury, montada na Boca do Rio, em Salvador. Completamente diverso, público curtiu atrações como Pabllo Vittar e Gilberto Gil, num clima de tranquilidade.

Com 55 mil m² de área, são esperadas 700 mil no dia da virada, próximo domingo (31). A organização conta com 2,3 mil servidores e colaboradores da Prefeitura e reúne serviços como trânsito, transporte, saúde, proteção ao patrimônio público, ordenamento do comércio ambulante, fiscalização de publicidade e limpeza, dentre outros. (As informações do Correio)

ATAQUE CONTRA IGREJA CRISTÃ ORTODOXA COPTA DEIXA AO MENOS 10 MORTOS NO EGITO

Um ataque nas proximidades de uma igreja cristã ortodoxa copta, ao sul do Cairo, deixou pelo menos dez mortos, entre eles oito cristãos coptas, segundo o Ministério da Saúde do Egito. Porta-voz do ministério, Khaled Megahed disse que homens armados em uma motocicleta abriram fogo diante da igreja Mar Mina, nesta sexta-feira (29). O porta-voz disse que um dos suspeitos foi morto a tiros por um agente de segurança.

A agência estatal Mena, que cita uma fonte não divulgada do Ministério do Interior, informou que o outro suspeito fugiu do local e era perseguido. Mais cedo, agentes de segurança disseram que dois policiais foram mortos. Um porta-voz da Igreja Ortodoxa Copta afirmou em comunicado que pelo menos seis pessoas foram mortas no ataque, entre elas cinco coptas e um policial.

Também informou que houve um ataque separado em uma loja no mesmo bairro de Helwan, onde morreram dois coptas. A minoria cristã do Egito tem sido alvo constante de ataques de militantes muçulmanos. Desde dezembro de 2016, essas ações já deixaram mais de 100 mortos. Fonte: Associated Press.

PGR QUESTIONA TRECHO DE EMENDA QUE É PARTE DA REFORMA POLÍTICA

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, entrou com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) questionando e pedindo a suspensão imediata de trecho de emenda que garantiu aos partidos políticos autonomia para definir livremente a duração de seus diretórios e órgãos provisórios (artigo 1º da Emenda Constitucional 97/2017). De acordo com a PGR, o dispositivo fere cláusulas pétreas da Constituição Federal e tem caráter antidemocrático, ao concentrar o poder decisório nos diretórios nacionais e favorecer a existência de "partidos de aluguel".

A emenda foi promulgada no dia 4 de outubro deste ano, pelo Congresso, como parte da Reforma Política. O texto estabelece normas sobre acesso dos partidos políticos aos recursos do fundo partidário e ao tempo de propaganda gratuito no rádio e na televisão para o próximo ano eleitoral, e veda as coligações partidárias nas eleições proporcionais, neste caso para 2020. A procuradora pede a suspensão somente do artigo 1º.

Para Raquel Dodge, o aval para os partidos definirem livremente o prazo de vigência dos diretórios provisórios é um obstáculo à renovação política municipal ou estadual. A concentração de poder na direção nacional também pode levar ao uso da legenda como "partido de aluguel", afirma a procuradora.

O documento cita que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já definiu que os diretórios provisórios devem ter duração máxima de 120 dias, numa resolução de 2016. Nas conclusões da ação, a procuradora-geral cita que o "perigo" dos partidos ficarem livres neste quesito "se revela tanto mais danoso em ano eleitoral, como é o de 2018, que se aproxima".

De acordo com a ação, não é incomum que partidos mantenham por longos períodos diretórios municipais ou estaduais administrados por comissões provisórias. Em anos eleitorais, os dirigentes locais são nomeados a título precário por lideranças nacionais da legenda. Com isso, ficam sujeitos às imposições feitas pelos dirigentes nacionais. "São esses diretórios precários, assim limitados na sua liberdade, afinal, que indicarão os candidatos do partido na circunscrição que atuam", explica.

"Uma organização partidária autoritária, na qual dirigentes atuam como soberanos, pode restringir ainda mais as opções já limitadas dos eleitores, com prejuízo ao direito fundamental da participação política", argumenta. Para Raquel Dodge, a emenda constitucional contraria os princípios fundamentais das ordens democrática e política, além do direito fundamental de participação política dos cidadãos. Com o STF em recesso, o pedido será decidido pela presidente do Supremo, a ministra Cármen Lúcia. (As informações do Estadão)

VINTE MIL FIÉIS SÃO ESPERADOS NO BONFIM NA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA DO ANO

A movimentação em torno da Basílica de Nosso Senhor do Bonfim nesta sexta-feira (29) não para. É que a tradição dos baianos de subir a Colina Sagrada nas sextas-feiras tem um apelo ainda maior no dia de hoje. Trata-se da última sexta do ano, então é dia de agradecer e renovar os pedidos ao santo. Por isso, a igreja preparou uma programação especial, que inclui a realização de 11 missas ao longo do dia: 5h, 6h, 7h, 8h, 9h, 10h, 11h, 12h, 14h, 17h e 18h30, quando a imagem do santo é recolhida para o interior da basílica. Ao todo, são esperados 20 mil fiéis.

Cerca de 100 voluntários da igreja trabalham nesta sexta-feira. Quatro deles auxiliam os fiéis a amarrarem as fitinhas do Bonfim. É que este ano, pela primeira vez, a igreja está permitindo que os fiéis amarrem as medidas no andor com a imagem do santo que vai desfilar no cortejo da lavagem do Bonfim, que acontece no próximo dia 11 de janeiro. A ideia, conta o padre Edson Menezes, reitor da basílica, é criar mais um espaço onde os fiéis possam depositar a fé.

"Tenho sempre uma expectativa positiva sobre as coisas. Quando apresentamos uma criatividade, temos certeza de que o povo vai acatar. E acataram mesmo", disse o Padre Edson Menezes da Silva. Até o dia 4 de fevereiro, a igreja do Bonfim ficará aberta até às 20h. "É uma movimentação muito grande para organizar, mas é um prazer. Sentimos a fé de perto", conta Tânia Regina, uma das voluntárias. O andor ficará disponível no corredor direito da igreja até 14 de fevereiro de 2018.

A estudante Carol Azevedo, 14 anos, por exemplo, apelou para o santo este ano. Prestes a ir para a recuperação de Geometria, no Colégio Gregor Mendel, prometeu: "se passar de ano direto, subo as escadas da Igreja de joelho na última sexta feira do ano", conta a jovem.

Com a graça alcançada, foi até o santuário para agradecer acompanhada dos pais, Emilia Azevedo, 58, e Raimundo Rocha Lobo, 69. "Este é a primeira última sexta feira do ano que venho pra cá. Me senti muito bem, agradecida. Pretendo vir no próximo ano também, para agradecer as coisas boas e pedir para ser uma pessoa melhor sempre", completou Carol. A mascote da família, uma cadela da raça Shih Tzu, também acompanhou à jovem. "É minha irmã, veio para ser abençoada também", completa.

Tradição
Apesar da novidade que permite a amarração das fitinhas no andor da imagem do santo, alguns fiéis preferem a tradição de atar o item ao gradil da igreja. É o caso da estudante de nutrição Débora oliveira Reis, 30. "Tradição é tradição. Eu prefiro amarrar nas grades, porque é cultural, é como eu sempre fiz", contou ela, que assistiu à missa das 8h.

Já a aposentada Milta Almeida, 66, prefere mesclar a tradição e o novo. "Amarrei as fitinhas aqui (no andor) e vou amarrar lá também. Já já eu entro na igreja para falar com meu senhor mais pertinho", revelou ela, que veio do bairro IAPI, às 7h30, para assistir a três missas, realizadas à frente da igreja.

Missas
A Novena para a Festa do Senhor do Bonfim terá início no dia 4 de janeiro e se estenderá até o dia 13, sempre às 19h. Dia 14, domingo será o dia maior da festa, com missa solene, às 10h, presidida pelo arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, dom Murilo Krieger.

A festa de 2018 terá como tema: Origem, identidade e missão do amado Jesus, Senhor do Bonfim e o lema Quem dizes os homens ser o Filho do Homem (Mt 16,13), que serão desdobrados em subtemas para cada noite da novena. As novidades foram apresentadas em entrevista coletiva no início do mês, na sede do projeto Bom Samaritano, no Bonfim.

Nos dias 6 e 7/1 e 12 e 13/1, após a novena, serão realizados cortejos culturais, com a participação de folguedos, Ternos de Reis e outros grupos na Praça do Bonfim. (As informações do Correio)

RIACHÃO: VEREADORES ACUSAM 'RECESSO' NA SAÚDE; SECRETÁRIA NEGA FALTA DE COBERTURA

Vereadores de Riachão do Jacuípe, na Bacia do Jacuípe, prometem acionar o Ministério Público do Estado (MP-BA) contra o que chamaram de "recesso" na saúde implantado pela prefeitura local. Ao Bahia Notícias, o edil Robson Rogério disse nesta sexta-feira (29) que apenas o hospital municipal ficaria com a demanda inteira, deixada pela suspensão dos atendimentos nos cerca de dez postos de saúde do município.

"Ontem mesmo aconteceu um fato com uma senhora. Ela precisava tirar os pontos de uma cirurgia e quando chegou no hospital disseram que o procedimento tinha que ser feito nos PSFs. Mas como fazer se os postos estão fechados", questionou ao completar que não foi emitida nenhuma nota de aviso do recesso, que foi estabelecido a partir do dia 22 de dezembro, indo até 8 de janeiro próximo. "A prefeitura recebe recurso rigorosamente em dia. Não tinha porquê ocorrer isso", acrescenta. Procurada pelo BN, a secretária de saúde, Juliana Carneiro, afirmou que o "recesso" é algo comum e negou que a cidade sofrerá problemas no atendimento.

"É uma prática até regional e aqui no município já aconteceu em outros momentos. Toda vida aqui em Riachão se deu esse recesso entre o Natal e o Revéillon. A gente trabalha com demanda organizada. O que é isso? A gente atende, por exemplo, antes do recesso gestantes, crianças, hipertensos e diabéticos, e marcamos com eles novos atendimentos depois desse recesso. A cidade não ficará descoberta", diz a secretária. Segundo ela, além do hospital municipal um posto de saúde na sede do município também prestará apoio ao atendimento. "Isso é uma questão política que querem levantar", comentou. (As informações do BN)

PRIMEIRA NOITE DO FESTIVAL TEM NÚMERO BAIXO DE OCORRÊNCIAS NA SAÚDE E SEGURANÇA

A primeira noite do Festival Virada Salvador teve uma redução de ocorrências registradas pela Guarda Municipal em comparação ao início da festa de Réveillon do ano passado, realizada na Praça Cairu, no Comércio. Foram registrados 47 atendimentos, o que representou uma queda de 17,5% (em 2017 foram 57). Três ocorrências foram registradas pela Guarda, sendo um furto, uma tentativa de roubo e uma ameaça.

“Nossas equipes estão atuando para garantir não só a execução dos serviços públicos municipais, mas também a segurança da população, através de ações com patrulhamento preventivo, com apoio de pontos elevados e monitoramento”, afirmou o inspetor-geral da Guarda, Alysson Carvalho, ao explicar que os agentes também realizam abordagens preventivas em toda a Arena Daniela Mercury.

Saúde - Na área da saúde, os números também demonstram a tranquilidade da primeira noite do festival. O módulo assistencial montado pela Prefeitura para a festa registrou nessa quinta-feira (28) 68 ocorrências, sendo que a maioria dos casos foi de natureza clínica (60), como enjoo, intoxicação alcoólica e cefaleia.

Outros oitos atendimentos - quatro em ortopedia e outras quatro cirurgias de pequeno porte - também foram contabilizamos nesta primeira noite de festa. Nenhuma ocorrência ligada à segurança pública foi registrada.

No ano passado, o primeiro dia registrou 93 atendimentos na área de saúde. “Atribuímos a redução de ocorrências ao nível de organização da festa e a integração entre os mais diversos órgãos envolvidos no evento. Estamos localizados em uma área plana, de fácil acesso, o que contribui para reduzir os casos ortopédicos. Além disso, tivemos uma forte atuação da vigilância em saúde, evitando surtos diarreicos, por exemplo; bem como destacamos a atuação da Guarda Municipal em todo entorno do palco. Nosso expectativa é de um evento muito tranquilo, mesmo com esse gigantesco público. Mas estamos preparados para todos os atendimentos”, destacou o secretário municipal da Saúde, José Antônio Rodrigues Alves.

O módulo assistencial instalado na Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio, volta a funcionar a partir das 18 horas para garantir a atenção à saúde de soteropolitanos e turistas no maior Réveillon do Brasil.

Complementado as ações desenvolvidas pela Guarda Civil, a Coordenadoria de ações e Prevenção à Violência (Cprev) atuou de maneira educativa e preventiva através da distribuição de panfletos com dicas de segurança, preservação e conservação do patrimônio público e distribuição de pulseiras de identificação para crianças e portadores de necessidades especiais. ”Só na última noite, registramos a distribuição de 500 panfletos informativos, a identificação de 1.881 crianças, 03 encaminhamentos de crianças à casa de apoio ao ambulante e 03 crianças devolvidas aos seus responsáveis, após se perderem dos mesmos”, detalhou o Diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência, Maurício Lima, ao explicar que equipes da Cprev estiveram espalhadas por toda área do evento.

A Guarda Civil atua diariamente com 510 agentes para a garantia das atividades de fiscalização e ordenamento, bem como com ações de prevenção à violência, apoio ao cidadão e preservação do patrimônio público.

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

CONFIRA AS ATRAÇÕES DO PRIMEIRO DIA DA MAIOR FESTA DE RÉVEILLON DO PAÍS

Apenas 24h separam a ansiedade da experiência de curtir o maior festival da virada gratuito do país. Serão 70 horas de música para todos os gostos, apresentações de atrações nacionais de peso, além de uma série de outras opções de entretenimento. O Malê de Balê abre a programação com um cortejo no chão, a partir das 17h dessa quinta-feira (28), mas às 16h, os portões já estarão abertos para que o público possa desfrutar de equipamentos, a exemplo da roda gigante de 36 metros e da tirolesa, com partida de cerca 10 metros de altura; e desfrutar de espaços como a Vila Pelô, Espaço Kids e Praça de Alimentação.

Quem for à Arena Daniela Mercury nesta quinta vai assistir às apresentações de Gustavo Lima, Gilberto Gil, Aviões do Forró, Pabllo Vittar, Harmonia do Samba e Duas Medidas. Serão nove horas de pura agitação e ritmos variados. Uma das atrações mais aguardadas da noite, Pabllo Vittar promete sacudir a arena com os sucessos K.O., Corpo Sensual e Nêga, que colocaram a cantora no rol das artistas que mais se destacaram este ano. Duas dessas canções também alcançaram o Top 5 da playlist "As Mais Tocadas No Brasil" do Spotfy, uma das principais plataformas de streaming.

Com 55 mil m² de área, a Arena Daniela Mercury deverá receber um público estimado de 500 mil pessoas por dia, com exceção da virada (31), quando são esperadas 700 mil. A chegada ao local dos shows do Festival será facilitada por um esquema especial de operação montado pela Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) e pela Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador). Além disso, a Empresa Salvador Turismo (Saltur) projetou três acessos à Arena Daniela Mercury.

Para quem vai de transporte coletivo, táxi ou mototáxi, é preciso descer em uma das paradas na região da Boca do Rio e seguir a pé até um dos dois pórticos (acessos 1 e 2) localizados na nova via inaugurada pela Prefeitura e que fica atrás do antigo Aeroclube, seja através da praça Osório Villas Boas (antiga sede de praia do Esporte Clube Bahia) ou nas proximidades do retorno do antigo Centro de Convenções.

Não será permitida a circulação de automóveis nessa pista durante o Réveillon. Para quem vai de carro, há um estacionamento com 1.500 vagas na área do antigo Aeroclube. A partir do estacionamento, há uma passarela que leva diretamente ao acesso 3 e à Arena Daniela Mercury. Vale lembrar que outras 1.330 vagas de estacionamento estão disponibilizadas através de Zona Azul em ruas próximas ao evento (ver mais informações abaixo no esquema de trânsito).

Se o meio de transporte será o coletivo, o usuário vai dispor de 400 ônibus extras, além da frota normal que circula todos os dias na cidade, entre 21h e 5h. A circulação de veículos na Avenida Octávio Mangabeira não será interrompida durante o festival. Além disso, é possível acessar toda a estrutura montada para o Festival Virada Salvador por qualquer uma das entradas.

BAHIA ENCAMINHA RENOVAÇÃO COM GOLEIRO ANDERSON

Enquanto a situação envolvendo o goleiro Douglas, do Corinthians, que pode desembarcar no Fazendão em negociação por Juninho Capixaba com o clube paulista, não chega ao fim, o Bahia corre para não começar a temporada 2018 apenas com os goleiros da base. Após a venda de Jean para o São Paulo, a diretoria tricolor iniciou as conversas para renovar com o experiente Anderson, cujo contrato termina no fim do mês.

De acordo com pessoas ligadas ao jogador, a negociação está bem encaminhada e depende apenas de detalhes para que o martelo seja batido e o goleiro permaneça no Fazendão. Anderson tem 34 anos e está no tricolor desde 2016. Este ano, ele foi o reserva imediato de Jean e atuou em 10 partidas. Nos bastidores, o goleiro é elogiado por sua liderança dentro do grupo.

Em entrevista recente à rádio Itapoan, o presidente Guilherme Bellintani revelou que o clube estava conversando sobre possíveis renovações com Anderson e com o também goleiro Rafael Santos, contratado em maio deste ano, mas que não chegou a atuar com a camisa do Esquadrão.

“A gente tem dois atletas que estavam na reserva do clube, na reposição. Estamos conversando com eles sobre renovações, mas já temos também, nesse mesmo tempo que a gente esteve no trabalho de negociação de Jean, a gente também está estudando muito o mercado. Não quero adiantar nomes para naturalmente não atrapalhar a negociação, mas a gente tem a noção exata de que precisamos repor essa posição dentro do grupo”, afirmou Bellintani.

Em contato com o CORREIO, Rafael Santos afirmou que recebeu sondagens de outras equipes, mas que a prioridade é permanecer no Bahia. De férias, ele aguarda os próximos dias para ter uma definição sobre o seu futuro.

"Estou aguardando os próximos dias para saber o que vai ser feito, a gente ainda está conversando, mas não tem nada adiantado, nada que eu possa falar. Tem algumas coisas de outros clubes, estou analisando com a minha família, mas nada adiantado. Hoje a minha prioridade maior é continuar no Bahia, mas a gente sabe que o clube está passando por algumas mudanças, por isso estamos aguardando para saber o que vamos fazer", explicou.

Atualmente o Bahia tem como opções para o gol apenas os garotos Deijair e Cassiano, ambos formados nas divisões de base do clube. O elenco inicia a pré-temporada no dia 3 de janeiro. (As informações do Correio)

VITÓTIA TERÁ ORÇAMENTO DE R$ 16 MI PARA INICIAR 2018

A animação ao ser eleito para ocupar a presidência do Vitória já está em segundo plano. Agora, com a mão na massa para estruturar o rubro-negro, Ricardo David começa a enfrentar os primeiros problemas. Na reunião realizada na noite da última quarta-feira (27), o Conselho Deliberativo do Leão aprovou um orçamento emergencial para os dois primeiros meses de 2018. Ricardo David terá R$ 16 milhões para trabalhar em janeiro e fevereiro.

Eleitos no dia 13 de dezembro, o presidente e o seu vice, Francisco Salles, alegaram ter tido pouco tempo à frente do clube para tomar ciência da real situação financeira e elaborar um orçamento para 2018. Sendo assim, ficou decidido que a proposta elaborada pela gestão de Ricardo David será apresentada em uma reunião no dia 21 de fevereiro.

Na reunião, a única proposta de orçamento apresentada foi rejeitada pelos conselheiros. Ela visava arrecadar R$ 94 milhões em 2018, valor 20% maior que o orçamento de 2017, que foi de R$ 77.928.763. A proposta havia sido elaborada por Marcos Chiarastelli, diretor-geral na gestão do presidente interino Agenor Gordilho e que deixou o clube após a eleição do novo presidente.

Ricardo David admitiu surpresa com o cenário que enfrentará e com a baixa verba disponível para contratações. "Não faz nenhum sentido dizer sobre o Vitória de 2018 sem deixar pelo menos uma notícia do que foi o Vitória em 2017. O Vitória de 2018 é completamente consequência do que ocorreu até agora. A situação é muito crítica. A gente precisa estar juntos. Não tem outro caminho. Ou a gente dá as mãos, ou não vamos sair da situação que o Vitória chegou", afirmou o presidente.

Segundo relatório do Conselho Fiscal, no primeiro semestre do ano, o Vitória ultrapassou o orçamento em R$ 10 milhões, sendo R$ 5 milhões apenas com salários. Em setembro, a despesa com o futebol já era R$ 30 milhões acima do orçado.

'Se eu fosse jogador, pensaria duas vezes antes de vir'
Na própria reunião, o presidente citou que tem enfrentado dificuldade para renovar com um importante atleta do elenco, sem citar o nome do jogador. "Importante passar para vocês o que estamos vivendo. Temos um atleta que temos todo o interesse na renovação, tivemos três reuniões exaustivas para renovar contrato. Mas sabem qual o ponto que não está batendo e que talvez não seja possível? É que ele sabe quanto todos os atletas do Vitória ganham. Ele tem esse número. Não tem jeito. Ele diz o seguinte: 'Não é possível que fulano ganhe menos que cicrano'. Possivelmente não vamos conseguir fazer essa renovação. As bases que ele está pedindo, seria irresponsável. E essa gestão não é irresponsável. Vamos mostrar alguns números. Eu, particularmente, se eu fosse jogador de futebol e estivesse do lado de fora, pensaria duas vezes antes de vir para o Vitória. É a verdade", confessou David, criticado por alguns torcedores após a declaração.

Embora não tenha citado o nome do atleta, um que se encaixa nessa situação de dificuldade para renovar o vínculo com o rubro-negro é o zagueiro Kanu. "A negociação está parada. Estou aguardando o Vitória dar um retorno. Eles não deram nenhum retorno ainda, nem sei se vamos ter um desfecho este ano. Eu fiz uma proposta, eles fizeram contraproposta. Fiz nova proposta e eles, nova contraproposta. Aí fiz mais uma e eles ficaram de avaliar", explica o empresário do jogador, Otacílio Lima, em entrevista ao CORREIO.

De acordo com Ricardo David, um dos motivos para que as negociações estejam travadas é o vazamento da planilha salarial dos atletas durante o ano, que expôs os dados de todo o elenco. Até o momento, o único jogador que já acertou a renovação foi o volante Uillian Correia, que rescindiu com o Cruzeiro e assinou com o Vitória até dezembro de 2019. (As informações do Correio)

GOVERNO NÃO IRÁ RECUAR DE INDULTO NATALINO, DIZ MINISTRO TORQUATO JARDIM

Salvo por ordem judicial, o governo não pretende recuar do decreto que concede indulto natalino a detentos, afirmou nesta quinta-feira (28) o ministro da Justiça, Torquato Jardim. De acordo com a Veja, a informação foi passada após conversa com o presidente Michel Temer (PMDB) e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco. Na ocasião, eles teriam discutido o pedido de suspensão dos efeitos do decreto feito ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Dodge entrou com ação direta de inconstitucionalidade (ADI) afirmando que o indulto “extrapolou os limites da política criminal a que se destina para favorecer, claramente, a impunidade”. Para ela, a medida coloca em risco a Operação Lava Jato. O pedido será analisado ainda nesta quinta pela presidente do STF, ministra Cármem Lúcia. Caso a corte atenda ao pedido, o decreto perderá seus efeitos.

RAQUEL PEDE A CÁRMEN QUE SUSPENDA 'COM MAIOR BREVIDADE POSSÍVEL' INDULTO DE TEMER

Na ofensiva contra artigos do decreto de indulto de Natal do presidente Michel Temer, a procuradora Raquel Dodge alertou a ministra Cármen Lúcia, do Supremo, sobre os reflexos da norma sobre a Operação Lava Jato. Ela pediu à presidente da Corte "que conceda com a maior brevidade possível, em decisão monocrática e sem intimação dos interessados, medida cautelar para suspender a eficácia das normas impugnadas, em razão da urgência do caso".

No entendimento de Raquel, exposto em 36 páginas de ação direta de inconstitucionalidade, "estão presentes os pressupostos para concessão de medida cautelar". O Decreto 9246, de 21 de dezembro, foi publicado após o início do recesso do Judiciário, "de modo que não foi possível ajuizar esta ação direta antes".

"O sinal do bom direito (fumus boni iuris) caracteriza-se por todos os argumentos expostos nesta petição e pelos precedentes do Plenário do Supremo Tribunal Federal", alerta a procuradora. "O perigo na demora processual (periculum in mora) decorre tanto de esta norma ter vigência temporária quanto pelo fato de que, enquanto não for suspensa a eficácia dos artigos impugnados, há o risco de extinção da punibilidade de muitas condenações, de modo contrá rio à Constituição."

A procuradora é enfática. "Haverá, neste caso, esvaziamento maciço, sobretudo, mas não unicamente, ao fim do recesso forense, de uma série de decisões condenatórias, fazendo da lei penal uma norma sem eficácia e do Poder Judiciário algo menor, sem efetividade em suas decisões." Adiante, ela faz uma advertência. "Igualmente ruim neste cenário: a Constituição restará desprestigiada, a sociedade restará descrente em suas instituições e o infrator, o transgressor da norma penal, será o único beneficiado."

A procuradora se reporta à Lava Jato e outras missões que desmontaram esquemas de propinas e malfeitos na administração pública. "Na realidade, o que se extrai do Decreto n. 9.246/17, qualificado alhures como "indulto mais generoso", em uma escala ascendente de generosidade que marca os Decretos de indulto nas duas últimas décadas, é que será causa única e precípua de impunidade de crimes graves, como aqueles apurados no âmbito da Operação Lava Jato e de outras operações contra a corrupção sistêmica e de investigações de grande porte ocorridas nestes últimos anos."

"Essas investigações desbarataram organizações criminosas que assaltaram os cofres públicos, desviaram valores da ordem de bilhões de reais e demandaram investimentos tecnológicos e de recursos humanos de grande vulto por parte do Estado brasileiro para se alcançar os resultados obtidos", segue Raquel.

Segundo ela, "após a punição dos infratores, corruptos e corruptores, por sentença criminal, o Decreto desfaz a pena e extingue a punibilidade, com a dispensa do cumprimento de 80% do seu cumprimento; do ressarcimento dos significativos danos causados ao patrimônio público e à sociedade e do pagamento das multas estabelecidas nas condenações" (As informações do Estadão)

CÁRMEN SUSPENDE PARCIALMENTE INDULTO DE TEMER

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu nesta quinta-feira, 28, parcialmente o decreto de indulto assinado pelo presidente Michel Temer na semana passada. A decisão é uma resposta a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) ajuizada pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

"Defiro a medida cautelar (art. 10 da Lei n. 9.868/1999), para suspender os efeitos do inc. I do art. 1º; do inc. I do § 1º do art. 2º, e dos arts. 8º, 10 e 11 do Decreto n. 9.246, de 21.12.2017, até o competente exame a ser levado a efeito pelo Relator, Ministro Roberto Barroso ou pelo Plenário deste Supremo Tribunal, na forma da legislação vigente", diz Cármen na decisão.

Alegando violação de vários princípios da Constituição, Raquel afirmou que o decreto coloca em risco a Operação Lava Jato, "materializa o comportamento de que o crime compensa" e "extrapolou os limites da política criminal a que se destina para favorecer, claramente, a impunidade".

Raquel também havia solicitado que a presidente da Corte concedesse "com a maior brevidade possível, em decisão monocrática e sem intimação dos interessados, medida cautelar para suspender a eficácia das normas impugnadas, em razão da urgência do caso.

"O indulto remonta ao período do absolutismo monárquico, em que não havia separação dos poderes ou mesmo o sistema de freios e contrapesos adotado na Constituição brasileira, a partir da teoria de Montesquieu. O direito penal era aplicado de forma arbitrária e violenta e, assim, o instituto representava um ato de clemência do monarca, que concentrava funções legislativas, judiciais e executivas", afirmou a procuradora.

O indulto, publicado na sexta-feira, 22, consiste em um perdão de pena e costuma ser concedido todos os anos próximo ao Natal. No do ano passado, foram beneficiadas pessoas condenadas a no máximo 12 anos e que tivessem cumprido um quarto da pena, desde que não fossem reincidentes. No indulto deste ano, não foi estabelecido um período máximo de condenação e o tempo de cumprimento da pena foi reduzido de um quarto para um quinto no caso dos não reincidentes.

No pedido ajuizado no Supremo, Raquel alegava que o decreto - apesar de ser uma prerrogativa do presidente -, da forma como foi feito, invade a competência do Congresso de legislar sobre o direito penal e esvazia a função da Justiça.

Segundo a procuradora, a determinação "sem razão específica" ampliou os benefícios desproporcionalmente e "criou um cenário de impunidade no País: reduziu o tempo de cumprimento de pena que ignora a pena aplicada; extinguiu as multas aplicadas; extinguiu o dever de reparar o dano; extinguiu penas restritivas de direito, sem razões humanitárias que justifiquem tais medidas e tamanha extinção da punibilidade".

Raquel destacou ainda que o decreto veio no contexto do avanço da Lava Jato, "após a punição dos infratores, corruptos e corruptores, por sentença criminal". Ao criticar a redução do tempo mínimo de um quarto para um quinto da pena - no caso de não reincidentes nos crimes sem violação, como os casos de corrupção - a procuradora citou, como exemplo, que uma pessoa condenada a 8 anos e 1 mês de prisão não ficaria nem sequer um ano preso.

'Generoso'
Raquel diz na ação que o que se extrai da determinação, classificada "como "indulto mais generoso", em uma escala ascendente de generosidade que marca os decretos de indulto nas duas últimas décadas - é que será causa única e precípua de impunidade de crimes graves, como aqueles apurados no âmbito da Operação Lava Jato e de outras operações contra a corrupção sistêmica".

O decreto ignorou solicitação da força-tarefa e recomendação das câmaras criminais do MPF que pediam, entre outros pontos, que os condenados por crimes contra a administração pública - como corrupção - não fossem agraciados pelo indulto. Na ação, Raquel relembra essa manifestação.

A procuradora-geral salientou que presidentes da República não têm poder ilimitado de conceder indulto. "Na República, nenhum poder é ilimitado. Se o tivesse, aniquilaria as condenações criminais, subordinaria o Poder Judiciário, restabeleceria o arbítrio e extinguiria os mais basilares princípios que constituem a República constitucional brasileira."

O decreto foi criticado por procuradores e representantes da Lava Jato. Em novembro, os integrantes da força-tarefa em Curitiba estimaram que ao menos 37 condenados pelo juiz federal Sérgio Moro poderiam ser beneficiados pelo indulto. (As informações do Estadão)

JANOT ATACA INDULTO DE NATAL DE TEMER: 'MOVIMENTO DO GOVERNO CONTRA A LAVA JATO'

O ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, engrossou o coro das críticas ao decreto do presidente Michel Temer que flexibiliza as regras para concessão do indulto natalino. Em manifestação no Twitter, Janot elogiou a atual procuradora-geral, Raquel Dodge, por ter ingressado no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma ação contra a medida de Temer.

"Em boa hora e no ponto, a PGR Raquel Dodge propôs ação de inconstitucionalidade contra o absurdo decreto baixado pelo presidente Temer, que indulta criminosos de todo o tipo, especialmente corruptos. Este é mais um movimento do governo contra a Lava Jato", disse Janot. Ao pedir a suspensão de parte do indulto, Dodge afirmou que "a Lava Jato está colocada em risco, assim como todo o sistema de responsabilização criminal”.

Com disposições mais frouxas, o decreto beneficia pessoas que cometeram crimes de corrupção com penas mais brandas. De acordo com o G1, Cármen Lúcia deve dar sua decisão sobre o caso ainda nesta quinta (28). E o posicionamento dela será contrário ao decreto do presidente.

NOVO MINISTRO DE TEMER VOTOU CONTRA IMPEACHMENT DE DILMA

O deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA), indicado por seu partido para assumir o posto de Ronaldo Nogueira (PTB-RS) no Ministério do Trabalho, está em seu quinto mandato consecutivo na Câmara. Engenheiro civil e bancário, ele tem 68 anos e está no PTB desde 2003.

Antes de chegar à sua atual sigla, Fernandes passou pelo PSDB, PSD e PFL. Fez carreira sempre próximo ao ex-presidente José Sarney (PMDB). Foi secretário de Estado na gestão de Roseana Sarney. Mais recentemente, porém, aproximou-se do atual governador Flávio Dino (PCdoB).

Na Câmara, Fernandes votou a favor do arquivamento das duas denúncias contra Michel Temer neste ano, a favor da reforma trabalhista e contra a abertura do processo de impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff.

O deputado é investigado em um inquérito que tramita desde 2013 no Supremo Tribunal Federal (STF), em segredo de Justiça, para apurar o crime de peculato, sob a suspeita de ter nomeado um funcionário fantasma na Câmara, em 2008.

O ministro Ronaldo Nogueira (PTB-RS) pediu demissão nesta quarta-feira, 27, ao presidente Michel Temer para se candidatar na eleição de 2018. Nogueira é deputado federal. (As informações são do jornal O Estado de S. Paulo)

´NÃO FUI O PRIMEIRO E NEM SEREI O ÚLTIMO', DIZ ASSASSINO DE SERVIDORA DO DETRAN

"Não me considero um monstro, não fui o primeiro e nem serei o último a cometer esse ato", afirmou o comerciante Jailson Santos Mendonça, 46 anos, que esfaqueou e matou a ex-companheira, a servidora do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), Maridalva da Silva Mendonça, 46. Ele vai responder por feminicídio.

Na manhã desta quinta-feira (28), ele foi apresentado na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba, após receber alta médica do Hospital Geral do Estado (HGE), onde estava internado desde o dia do crime. Depois de assassinar a ex-mulher, Jailson ingeriu veneno para rato e por isso foi socorrido para a unidade médica.

Durante a apresentação, Jailson afirmou diversas vezes que não tinha a intenção de matar a ex-mulher e que o crime foi cometido depois de "perder a cabeça". De acordo com o comerciante, antes de encontrar com Maridalva na escaria principal do Detran, ele pensava em tomar o veneno e entregar para ela um bilhete de despedida. Não foi o que aconteceu.

Segundo Jailson, ele e a servidora tiveram uma discussão que terminou com o assassinato da mulher. Marivalda foi esfaqueada diversas vezes, nas costas, tórax e pescoço. O bilhete que Jailson pretendia entregar para a ex-mulher foi encontrado em um dos bolsos da roupa usada por ele no dia do crime.

"Eu a amava muito, foi um ato sem pensar, eu não sou um monstro, foi um ato de nervosismo. Como aconteceu comigo pode acontecer com outras pessoas", afirmou Jailson para jornalistas. Escrito em um pedaço de folha de caderno, o bilhete dizia: “veja o que vocês fizeram no Natal. Mudou. Tudo era diferente. Estava tudo bem [entre] eu e Mari”. A mensagem era destinada para Davi, Antônio, Gegeu e Andreia que, segundo Jailson, são irmãos da vítima.

O comerciante disse que os irmãos de Maridalva teriam impedido que ela se encontrasse com ele na noite de Natal. Segundo a família da vítima, o casal já estava junto há um ano, mas, há cerca de um mês Marivalda colocou um ponto final na relação. Jailson não aceitou a separação e começou a ameaçar a servidora.

"Eu fiz a carta pra dizer: 'tome, dê para seus irmãos e diga o que eles fizeram comigo no Natal. Me deixaram passar o Natal sozinho, sem você, longe de você", disse, explicando sobre o conteúdo do bilhete. Para o delegado Guilherme Machado, coordenador da 2ª Delegacia de Homicídios, o ato de tomar veneno não passou de uma "encenação" e que a quantidade de substância ingerida por Jailson deve ser avaliada.

"É preciso levar em consideração se a quantidade da substância era suficiente para tirar a vida. Ou se tudo isso, repito, não passou de um puro teatro, para poder ter um suposto julgamento mais brando por parte da sociedade, inclusive dos familiares", afirma Guilherme.

Ameaça de morte no Natal
Para a polícia, não há dúvidas de que o crime foi premeditado. Isso porque Maridalva recebeu várias ameaças do ex-companheiro pelo celular. Em um dos áudios enviado por ele à vítima no dia 14 de dezembro, Jailson promete matar a servidora na noite de Natal.

A intenção dele, segundo o delegado, era de matar a vítima nessa data. O delegado acredita ainda que seja por isso que os irmãos teriam proibido Maridalva de se encontrar com o criminoso.

"Sem dúvidas nenhuma ele premeditou o crime, tivemos acesso às mensagens trocadas pelo WhatsApp. Desde o dia 14 de dezembro, ele vinha ameaçando ela de morte porque não aceitava o fim do relacionamento. Jailson prometou matá-la no dia do Natal, infelizmente, a vítima não levou a sério as ameaças que foram feitas e não procurou a polícia", lamentou o Guilherme.

Jailson disse ainda que, uma semana antes do crime, teria tido um desentendimento com Maridalva depois que ela informou que não voltaria a visitá-lo na cidade de Muritiba, onde ele morava. "Ela tinha prometido também que depois que o contrato dela com o Detran vencesse voltaria comigo", afirmou.

De acordo com familiares da vítima, o comerciante trabalhava em um supermercado de um dos irmãos de Maridalva. Ela ia com frequência até a cidade de Muritiba visitar Jailson. Depois de ser ouvido e confessar o crime, Jailson está preso e segue para o Presídio de Salvador, no Complexo da Mata Escura, onde ficará à disposição da Justiça.

"Ele vai responder por homícidio qualificado, até duplamente qualificado, por ter feito uma emboscada, também pela questão do feminicídio, por não ter dado chances de defesa à vítima", conclui o delegado. (As informações do Correio)

BOLSA FAMÍLIA: 10 MIL BENEFICIÁRIOS TÊM ATÉ SEXTA (29) PARA ATUALIZAR DADOS

Dez mil beneficiários do Bolsa Família em Salvador com pendências no cadastro têm até esta sexta-feira (29) para realizar a revisão dos dados no programa. Os usuários que ainda não efetuaram o procedimento devem se dirigir a um dos locais designados pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), conforme consta no extrato bancário disponibilizado no momento do saque ou na carta enviada, previamente, pela Prefeitura.

A revisão foi dividida em lotes, o último deles começou em outubro e segue até o próximo domingo (31), mas os órgãos administrativos da Prefeitura só funcionam de segunda a sexta-feira. A verificação obrigatória acontece a cada dois anos com a finalidade de garantir a manutenção do benefício, proporcionando atualização na base de dados de quem usufrui do programa federal. A ideia é garantir que direitos sociais básicos cheguem à população em situação de pobreza e extrema pobreza.

Os beneficiários convocados devem comparecer, das 7h às 16h, em um dos postos de atendimento localizados na sede da Semps, na Rua Miguel Calmon, Comércio, 28 – térreo; no anexo ao Colégio Imeja, na Rua Abelardo de Carvalho, 141, Boca do Rio; em uma das dez Prefeituras-Bairro da cidade ou nas agências da Coelba dos bairros Liberdade, Periperi, Itapuã e Pirajá; e Fundação Lar Harmonia, em Piatã.

As pessoas que fizeram agendamento prévio na sede da Semps, no Comércio, são atendidas exclusivamente no Núcleo de Atendimento Jurídico (NAJ), situado no Shopping Baixa dos Sapateiros, na Rua J.J. Seabra, 111, Baixa dos Sapateiros. Aqueles que não atualizarem terão seus benefícios bloqueados em janeiro de 2018 e, caso permaneça a situação sem atualização cadastral, o benefício será cancelado em março do próximo ano.

Além da atualização cadastral obrigatória, as famílias assistidas pelo programa devem cumprir com alguns compromissos, como ir ao posto de saúde mais próximo da residência a cada seis meses, quando se tratar de família com crianças de até 7 anos, gestantes e mulheres em período fértil (14 a 44 anos); além de garantir que crianças e adolescentes de 6 a 15 anos tenham frequência escolar de, no mínimo, 85%; e jovens de 16 e 17 anos, de, pelo menos, 75%. (As informações do Correio)

CÁRMEM LÚCIA MANTÉM ALIADO DE GEDDEL EM PRISÃO DOMICILIAR

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve em prisão domiciliar Gustavo Pedreira do Couto Ferraz, aliado do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) cujas digitais foram encontradas em algumas notas dos R$ 51 milhões achadas em um apartamento de Salvador.

Ferraz está preso desde o dia 8 de setembro. Depois de quase 50 dias na prisão, ele obteve o direito de permanecer em regime domiciliar após pagar fiança estabelecida pelo ministro Edson Fachin. Seus advogados haviam solicitado a libertação com base na manifestação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, favorável à revogação da medida cautelar.

No início de dezembro, ao denunciar Geddel e seus aliados, Dodge requereu a revogação da prisão domiciliar de Ferraz. O ministro Fachin, ao aceitar a denúncia, ponderou que a PGR apontou apenas uma "alusão genérica" sobre o "comportamento positivo" de Ferraz e pediu uma nova manifestação do Ministério Público Federal (MPF).

Em 20 de dezembro, o MPF voltou a se posicionar favoravelmente à libertação do aliado do peemedebista. No entendimento de Dodge, durante a investigação não foram encontrados elementos sobre a participação de Ferraz após 2012, quando ele assumiu ter buscado uma mala de dinheiro em São Paulo a pedido de Geddel.

Segundo a PGR, o comportamento de Ferraz é distinto do de Geddel e de seus familiares. "De um lado, não há indícios de novos crimes praticados por Gustavo depois de 2012. De outro, mãe e filho prosseguiram na lavagem de dinheiro de valores milionários até setembro de 2017", diz Raquel Dodge em sua manifestação.

Como no último dia 21, já no recesso do Judiciário, o advogado Pedro de Almeida Castro solicitou novamente a revogação, a ministra Cármen Lúcia decidiu provisoriamente seguindo a última decisão do ministro Fachin, relator do inquérito.

"Para evitar risco concreto à ordem pública, tal como exposto pelo Ministro Relator, não se mostra desarrazoada juridicamente a manutenção necessária das medidas cautelares diversas da prisão, nos termos por ele determinados", explica Cármen em seu despacho. Fachin é relator do caso, mas, em período de recesso, é responsabilidade da presidência despachar sobre pedidos que chegam ao STF.

Ainda em sua decisão, a ministra explica que o caso deve voltar para o gabinete do ministro Fachin logo após o término do recesso forense. Responsável pela defesa de Gustavo Ferraz, o advogado Pedro Machado de Almeida Castro disse ter "plena convicção de sua soltura tão logo acabe o recesso."

"Não tivemos acesso à decisão, mas o panorama é diverso de quando decretou o ministro Fachin. Houve denúncia de fatos ocorridos em 2012, o que retira a contemporaneidade da medida. E o próprio órgão acusador não vê risco nessa liberdade", afirma Almeida Castro. (As informações do Estadão)

CRISTIANO RONALDO RECEBE PEDIDO DE PRISÃO APÓS ACUSAÇÃO DE FRAUDE FISCAL

A Agência Estatal de Administração Tributária da Espanha afirma que o jogador português Cristiano Ronaldo, que atualmente joga no clube espanhol Real Madrid, cometeu fraude fiscal. Segundo o jornal espanhol El Mundo, Caridad Gómez, chefe da Unidade de Coordenação Central do Tesouro, afirmou, perante o Tribunal de Primeira Instância, que a sonegação atribuída ao craque beira 15 milhões de euros (R$58 milhões).

Gómez afirma que “contribuintes com acusações muito menos graves estão presos”. A declaração, dada a um juiz de primeira instância, foi divulgada pelo El Mundo nesta terça-feira. No mesmo documento, ela recomenda a prisão do jogador.

De acordo com o jornal espanhol, a defesa de Cristiano afirma que se trata de uma “discrepância técnica”, que poderia ser resolvida no âmbito administrativo.

Em julho deste ano, Cristiano prestou depoimento em Madri, na Espanha, a respeito da possível fraude fiscal. Na ocasião, o jogador depôs por uma hora e meia e não fez pronunciamento à imprensa. Mais tarde, emitiu nota dizendo ser inocente.

“Eu sempre faço minhas declarações de imposto voluntariamente, porque acho que todos nós temos de declarar e pagar o imposto de acordo com a nossa renda. Aqueles que me conhecem sabem o que peço aos meus assessores: que tenham tudo atualizado e devidamente pago, porque eu não quero nenhum problema”, afirmou. (As informações do Correio)

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

PARA SE MANTER INVICTO EM CASA, VITÓRIA RECEBE O SOLAR CEARENSE

Na sua despedida de 2017, o Universo/Vitória terá um clássico regional para seguir invicto dentro de casa no NBB 2017/18. às 18h30 desta quarta (27), no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, o Leão recebe o Solar Cearense, em sua 10ª partida na competição.

Até aqui, o rubro-negro possui cinco vitórias e quatro derrotas no torneio, estando na 7ª posição na classificação geral. Quatro destes triunfos foram em Cajazeiras. Já os cearenses estão em 9º, com quatro vitórias e cinco derrotas, sendo que venceram apenas uma vez fora de casa.

“Será uma noite de clássico e isso é muito legal. O basquete cresceu muito no Nordeste e hoje nós temos duas grandes equipes na região. Tenho certeza que será um grande jogo, pois teremos grandes jogadores em quadra. Acho que vai ser uma partida bem equilibrada. Espero que o time consiga manter a invencibilidade dentro de casa, com uma boa postura defensiva e com volume de jogo”, comentou Regis Marrelli.

Para o jogo desta noite, ele contará com o retorno do ala Arthur Belchior, recuperado das dores na região lombar da coluna. Já o ala Shaw, que passou por uma cirurgia no joelho, segue de fora.


Marcação
O Leão vem de dois triunfos consecutivos dentro de casa, contra Joinville e Caxias do Sul. Já os cearenses venceram o mesmo Joiville na última rodada. Para o ala-armador André Góes, é preciso marcar todas as opções do ataque dos visitantes para que o Vitória siga 100% em seus domínios.

“Será um jogo difícil, mas precisamos aproveitar o fator casa. Estamos invictos aqui e pretendemos continuar assim por muito tempo. Estamos buscando um lugar melhor na parte de cima da tabela e podemos fechar o ano bem ao lado do torcedor. O Basquete Cearense é um time muito perigoso ofensivamente e divide bem as ações entre os jogadores, como Davi, Paulinho e Betinho e precisamos neutralizar eles”, analisou. (As informações do Correio)

REFORMA TRABALHIOSTA É ALVO DE 11 AÇÕES DE INCONSTITUCIONALIDADE NO SUPREMO

A reforma trabablhista é alvo de pelo menos 11 ações diretas de inconstitucionalidade (Adins) no Supremo Tribunal Federal. A Lei 13.467/2017 está em vigor há cerca de um mês. De acordo com o site Valor Econômico, sete das Adins são assinadas por confederações e federações de trabalhadores, e tratam do fim da obrigatoriedade de pagamento da contribuição sindical. Outras duas foram apresentadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) antes mesmo de a norma entrar em vigor: uma sobre a terceirização e outra a respeito de assistência judiciária gratuita. As demais foram apresentadas por federações de trabalhadores e questionam o contrato de trabalho intermitente. Todas as ações que tratam da contribuição sindical obrigatória e do trabalho intermitente estão sob relatoria do ministro Edson Fachin, que deu prazo para Advocacia-Geral da União (AGU) e Procuradoria-Geral da República se manifestarem sobre os dois temas. A expectativa é que após o recesso, em fevereiro, haja algum despacho do ministro sobre as Adins.

GUTO FERREIRA ENTENDE MÁGOA E FALA EM 'RECONQUISTAR' O TORCEDOR

“Seja do jeito que for, eu te juro, meu amor, se quiser voltar, tá perdoado...”. Nesse trecho da música “Tá Perdoado”, de Maria Rita, a cantora se refere ao perdão entre dois amores, mais ou menos parecido ao que aconteceu entre o Bahia e o técnico Guto Ferreira, que retornou ao clube após interromper o trabalho no tricolor este ano por uma proposta do Internacional.

Se a diretoria tricolor superou o ocorrido e resolveu reatar com o antigo comandante, o mesmo não se pode dizer de alguns torcedores que andam meio magoados, sentindo-se ainda traídos por Gordiola. E por conta disso, ele sabe que terá que trabalhar muito para reconquistá-los.

“Primeiro, eu tenho nesse momento, mais do que nunca, não sei se a palavra certa é me desculpar. A vida está colocando sempre na nossa frente tomadas de decisões. E temos que fazer nossas escolhas. Naquele momento existia um vínculo importante que nos fez tomar a decisão. Ele (torcedor) tem direito de estar magoado. No momento, preciso reconstruir a relação com o torcedor, mostrando situações cada vez melhores não só em termos de resultados, mas de trabalho, de manter postura de ficar no clube, de buscar enraizar um pouquinho mais e dentro dessa filosofia, reconstruir essa relação com o torcedor”, disse Guto em entrevista ao Programa do Esquadrão.

Gordiola confessou que, de fato, não esperava um retorno tão rápido ao Fazendão e disse que o carinho que recebeu enquanto esteve em Salvador o fez ter a certeza de que voltar era a melhor decisão.

“Sinceramente, não esperava que fosse tão rápido. Mas quando aconteceu não medi esforços. Sei da maneira que fui recebido na Bahia, sempre foi muito positiva a energia do torcedor dentro e fora do campo. Sempre fui bem recebido nas ruas e isso me motivou ainda mais. Me senti extremamente valorizado e tenho a grande responsabilidade de retribuir esse apoio, confiança e fazer o melhor possível para reconquistar a confiança dos que estão magoados, com razão, com a minha saída”.

Guto traz consigo a comissão com a qual trabalhou até deixar o Bahia na sua primeira passagem, composta pelos auxiliares Alexandre Faganello e André Luís, além do preparador físico Juninho. O treinador tricolor falou também sobre reencontrar boa parte dos jogadores que trabalhou na temporada.

“Têm saídas importantes, mas tem a manutenção de mais de 60% talvez da equipe titular. Dois zagueiros, que devem seguir, a tendência de renovar o Edson, se colocar Edigar, Zé e Régis, dariam seis que comigo foram titulares. Então não parte do zero, parte de uma espinha dorsal importante e vai agregar valores ao lado dela para começar a ter resultados que você necessita”, pontuou.

Conquistas
Na entrevista, Guto se mostrou bastante confiante e disposto para a temporada que está por vir e falou até em sonhar com conquistas ainda maiores do que o título da Copa do Nordeste, alcançado este ano.

“Mais do que nunca é importante o Bahia sonhar, com os pés no chão, para em algum momento buscar realizar. Eu vou para o Bahia cheio de gás, com muita vontade e disposição de fazer o melhor e pensando grande. Em conquistar algo ainda melhor do que foi na temporada 2017. E espero, com o torcedor, fazer a parceria que sempre existiu para terminar 2018 melhor do que foi 2017”, projetou.

O técnico também sinalizou que deve fazer o mesmo rodízio de atletas adotado no início da atual temporada, para que o elenco chegue em boas condições nas retas finais das competições que disputar.

“Se não tiver esse rodízio, é meramente desumano fazer que o jogador consiga jogar em alto nível 60 partidas. Como fazer uma qualificação da parte física, do sistema de jogo? Precisa treinar, repetir. É um planejamento que vamos fazendo. Isso evita um desgaste acima e faz com que dentro do planejamento possamos chegar nos momentos primordiais com o máximo de jogadores numa boa condição, para brigar pelos resultados que lá atrás você sonhou”, finalizou o comandante. (As informações do Correio)

CARMÉM LÚCIA NEGA DOIS PEDIDOS DE HABEAS CORPUS A PAULO MALUF

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, nesta terça-feira (26), julgou incabíveis dois habeas corpus que foram pedidos em nome do deputado federal Paulo Maluf.

Um dos pedidos foi feito por um advogado que é amigo da família de Maluf, Eduardo Galil, e o outro, por um advogado que não é conhecido pela defesa do deputado, Antonio José Carvalho Silveira. Ao pedirem uma liminar para libertar Maluf, ambos alegaram que não seria possível a condenação pelo crime de lavagem de dinheiro porque já teria havido prescrição (esgotamento do prazo da Justiça para a punição).

Cármen Lúcia fundamentou as decisões afirmando que não é admissível habeas corpus contra decisão do próprio Supremo Tribunal Federal, de acordo com a própria jurisprudência da corte. Assim, os pedidos teriam "inviabilidade jurídica". Além disso, quanto à alegação de prescrição do crime, Cármen Lúcia afirmou que o argumento não procede, pois os prazos processuais teriam transcorrido normalmente, conforme decidido pela Primeira Turma do STF.

A defesa de Maluf, em si, está aguardando uma decisão da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal sobre o pedido que fez para que o deputado possa cumprir a pena em casa, devido à má condição de saúde. O juiz responsável pelo caso ainda aguarda manifestações para tomar a decisão.

Maluf foi condenado em maio pelo Supremo Tribunal Federal a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro, por desvios milionários em obras viárias como Túnel Airton Senna, Avenida Água Espraiada e Avenida Roberto Marinho, em São Paulo, da época em que foi prefeito entre 1993 e 1996.

O parlamentar começou a cumprir pena na quarta-feira, 20 de dezembro, e está desde a sexta-feira, 22, no Centro de Detenções Provisórias do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. (As informações do Estadão)

EX-JOGADOR DE FUTEBOL, GEORGE WEAH É ELEITO PRESIDENTE DA LIBÉRIA

Ex-jogador de futebol, George Weah foi eleito presidente da Libéria nesta quarta-feira (27). Aos 51 anos, o candidato da oposição derrotou o atual vice-presidente, Joseph Boakai, ao vencer o segundo turno das eleições em 12 dos 15 condados do país africano. Weah já havia vencido o primeiro turno do pleito com 38,4% dos votos, um pouco mais de 596 mil.

"É com emoção profunda que eu quero agradecer a vocês, povo liberiano, por me honrarem com seus votos hoje (terça-feira). É uma ótima esperança" escreveu, no twitter, o novo presidente eleito da Libéria. George Weah já havia sido candidato à presidência do seu país em 2005, dois anos após aposentadoria do futebol. Ele perdeu para Ellen Johnson Sirleaf, a primeira mulher chefe de Estado da história da África. Em 2014, Weah foi eleito senador. Como futebolista, ele atingiu o auge com a camisa do Milan, onde atuou entre 1995 e 2000.

No ano de 1995, Weah foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa e também conquistou a Bola de Ouro, tradicional premiação dada pela revista France Football. Ele também esteve presente por três vezes na seleção ideal da entidade máxima do futebol mundial, nos anos de 1991, 1997 e 1998. Em termos de títulos, Weah foi campeão da Copa da França, em 1991, pelo Monaco, campeão Francês em 1994 com o PSG, uma Copa da Inglaterra com o Chelsea e foi bicampeão italiano com o rubro-negro de Milão. Ele encerrou a carreira em 2003 no Al-Jazira, dos Emirados Árabes Unidos. (As informações do BN)

MALUF TEM DOENÇA GRAVE, MAS PODE FICAR NA PAPUDA, DIZ IML

Laudo do Instituto Médico Legal de Brasília concluiu que o deputado federal Paulo Maluf (PP/SP) não precisa de "cuidados contínuos que não possam ser prestados" no Complexo Penitenciário da Papuda. "Todavia, deverá ter acompanhamento ambulatorial especializado", diz o laudo.

O documento, assinado pelos médicos legistas Hildeci Jose Resende e Gustavo Edreira Neves - designados pela diretora do IML de Brasília, Cyntia Gioconda Honorato Sobreira -, constata que Maluf está acometido de doença grave. "Periciando (Maluf) apresentando alterações degenerativas da coluna lombar e adenocarcinoma metastático de próstata."

Maluf está preso desde quarta-feira, 20, por ordem do ministro Edson Fachin, do Supremo. Na quinta, 21, o ex-prefeito de São Paulo entregou-se à PF em São Paulo. Na sexta, 22, ele foi removido para Brasília. Ao deixar a sede da PF, no bairro da Lapa, também ao entrar no bimotor que o levou para a capital federal, e ao entrar no IML para os exames, o ex-prefeito demonstrava dificuldades para caminhar, escorado em uma bengala.

O deputado pegou condenação por lavagem de dinheiro que supostamente desviou dos cofres públicos quando exercia o mandato de prefeito de São Paulo (1993-1996).

O laudo 52111 foi elaborado pelo IML na sexta-feira, 22, quando Maluf chegou a Brasília, transferido da carceragem da Polícia Federal em São Paulo. No IML, o parlamentar foi submetido a uma longa bateria de exames. Depois, foi removido para a Papuda, onde passou o Natal.

"Apesar de apresentar-se clinicamente bem no presente momento, existe a possibilidade de deterioração progressiva e até mesmo rápida do quadro clínico a depender do comportamento evolutivo do câncer de próstata", alerta o documento oficial.

O capítulo "conclusão", traz três quesitos "para indulto humanitário".

A) O sentenciado está acometido de doença grave?

Resposta: Sim

B) A doença que o acomete é permanente?

Resposta: Sim

C) O sentenciado apresenta grave limitação de atividade e restrição de participação?

Resposta: No momento, não.

D) O sentenciado exige cuidados contínuos que não possam ser prestados no estabelecimento penal?

Resposta: Não. Todavia, deverá ter acompanhamento ambulatorial especializado, vide discussão.

No capítulo "Histórico", os legistas relatam: "Atendido no IML em razão de determinação judicial contida no Ofício nº 32532/2017 da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal / TJDFT para ser submetido a perícia médica para fins de análise de prisão domiciliar humanitária."

"Estão anexados ao pedido de Análise de Prisão Domiciliar documentos médicos (Laudos de Exames Complementares e Relatórios Médicos) que nos revelam a presença de doença degenerativa da coluna lombar, tendo sido submetido a infiltração local de corticoide e neocaína para controle álgico em 14 de dezembro de 2017; recidiva oligometastática de adenocarcinoma de próstata em região pré-sacral com realização de sessões de radioterapia entre 15 e 21 de agosto de 2017; cateterismo cardíaco realizado em fevereiro de 2017 demonstrando artéria coronária direita ocluída, porém com circulação colateral bem desenvolvida e ausência de outras lesões coronarianas obstrutivas significativas."

"O periciando possui, ainda, Hipertensão Arterial Sistêmica leve controlada e incontinência urinária espontânea com uso contínuo de fraldas geriátricas. Refere ter sofrido um Infarto Agudo do Miocárdico há cerca de 20 anos, quando foi submetido a um cateterismo cardíaco."

No capítulo "Descrição", os legistas assinalam: "Periciando (Maluf) submetido a exame físico geral com os seguintes achados: apresenta-se lúcido, orientado no tempo e espaço, discurso coerente, memória preservada e boa cognição."

"Encontra-se em bom estado geral, eupneico, corado, hidratado, afebril ao tato, acianótico, anictérico."

"Sinais vitais: frequência cardíaca 86 batimentos por minuto, pressão arterial 126 x 74 mmHg, frequência respiratória 12 incursões por minuto. À ausculta cardíaca observa-se ritmo cardíaco regular em 2 tempos, com bulhas normofonéticas e sem sopros."

"À ausculta respiratória observam-se murmúrios vesiculares fisiológicos, sem ruídos adventícios."

"O exame físico do abdome revela: cicatriz infra-umbilical mediana extendendo-se até a sínfise púbica, compatível com o histórico de prostatectomia radical pregressa informada."

"Apresenta diástase dos músculos reto-abdominais. A palpação e percussão do abdome encontram-se normais, sem a presença de visceromegalias ou tumorações evidentes."

"O exame dos membros inferiores revela a presença de discretas varizes superficiais e discreto edema maleolar bilateral com predomínio em tornozelo esquerdo."

"Articulações de joelhos, quadril e tornozelos sem sinais flogísticos, sem crepitações e com mobilidade preservada."

"Ao exame da coluna vertebral observa-se cifose dorsal, bem como presença de cicatriz mediana na região lombossacra com aproximadamente 7 centímetros."

"Apresenta hiperestesia (dor) à palpação de ambas as pernas. Apresenta dificuldade para levantar-se da cadeira, marcha lentificada e discretamente claudicante à direita. Faz uso de órtese do tipo muleta canadense à direita."

O capítulo "Discussão" é dividido em três partes.

1) "O periciando apresenta alterações degenerativas avançadas da coluna lombar com comprometimento discal e foraminal, especialmente nos níveis L3-L4 com compressão das raízes nervosas de L3 e L4 à direita, causando lombociatalgia à direita com discreta perda de força muscular no membro homolateral. Tais alterações requerem alguns cuidados como: a manutenção do uso de medicamentos para dor neuropática e analgésicos já prescritos, uso de órtese do tipo muleta canadense para locomoção e um leito adequado para o seu problema de coluna, com objetivo de prevenir um agravamento do quadro."

2) "A recidiva do adenocarcinoma de próstata, com infiltração tumoral na região pré-sacral, não causa sintomatologia no presente momento, conforme laudo médico do radioterapeuta (fl 457 dos Autos). Porém, o comprometimento de estruturas vasculares e nervosas poderá causar sintomatologia diversa, como dores pélvicas, agravamento de bexiga neurogênica, tromboses venosas e arteriais e até mesmo embolização tumoral. O comportamento tumoral e o prognóstico futuro exigem, assim, a avaliação de um especialista na área de oncologia urológica que determinará a periodicidade dos exames para seguimento da patologia (adenocarcinoma de próstata)."

3) "Apesar de apresentar-se clinicamente bem no presente momento, existe a possibilidade de deterioração progressiva e até mesmo rápida do quadro clínico a depender do comportamento evolutivo do câncer de próstata." (As informações do Estadão)